SEIS dicas para ajudar as crianças com o aprendizado da matemática

Comemorado no dia 6 de maio, o Dia Nacional da Matemática é um lembrete sobre a importância do estudo das ciências exatas. Com a volta às aulas acontecendo no modelo híbrido, ou seja, formato ao qual os alunos intercalam as aulas presenciais com as remotas, o objetivo é que, aos poucos, os profissionais da educação coloquem os conteúdos perdidos em dia. 

Pensando em cada vez mais auxiliar na aprendizagem das crianças, especialmente neste momento da pandemia, a Smartick, método online de aprendizagem de matemática para crianças entre 4 e 14 anos, conta com exercícios gerados em tempo real, de acordo com uma série de variáveis que são analisadas continuamente.

Auxiliar os pequenos nas atividades matemáticas não é uma tarefa fácil. Por este motivo, o Javier Arroyo, co-fundador da Smartick, separou seis dicas para ajudar as crianças com o aprendizado da matemática:

1- Incentive-os a jogar jogos relacionados à matemática. Qualquer jogo que tenha dados ajudará as crianças a apreciar a matemática e a desenvolver o senso numérico.

2- Sempre apoie seus filhos quando estiverem resolvendo problemas de matemática e não diga que estão errados. Por exemplo, se a criança multiplica 4 × 3 e acha que o resultado é 7, ao invés de dizer a ele que está errado diga: “Eu entendo o que você está pensando. Você está usando o que já sabe sobre adição e, portanto, o resultado dá 7, mas quando nos multiplicamos temos 4 grupos de 3 unidades cada”.

3- Não é essencial associar matemática com velocidade nas primeiras etapas. Essa é a melhor maneira de causar ansiedade na criança. Embora o objetivo de médio e longo prazo seja conseguir agilidade, não fique nervoso se eles forem muito lentos no início.

4- Nunca diga que não foi bom em matemática na escola ou que não gosta, principalmente se você for mãe. Quando as mães compartilham essa ideia com suas crianças, constata-se que suas notas caem.

5- Incentive-os a ter uma noção dos números, a ter uma ideia sobre o tamanho dos números e como combiná-los de maneira flexível. Isso é o que diferencia os alunos que estão indo bem em matemática daqueles que estão indo mal. Por exemplo, para adicionar 29 + 56 é mais fácil mover 1 de 56 para 29 e adicionar 30 + 55. Essa flexibilidade na manipulação de números é chamada de sentido de número, e é muito importante.

6- O mais importante de tudo é ter uma mentalidade construtiva, estar ciente de que tem um potencial ilimitado e que o sucesso na matemática exige esforço e trabalho. Os alunos com uma mentalidade construtiva se saem muito melhor na escola e na vida em geral. 

Tags

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest

Busca

Escola de Teatro

Agende uma aula experimental
Whatsapp 11 96591 9915

Parceiros

Facebook

  • Mais Acessados
  • Arquivo

Quem Escreve

Ana Paula

Sou Ana Paula Alcântara Porfírio, trabalho em horário integral como mãe, sou casada, com um príncipe chamado Júnior, tenho dois filhos a Manuella e o Arthur, que fazem meus dias mais felizes!

Vou dividir com vocês nossos passeios, dicas de programas com crianças, experiências e sentimentos da maternidade!