10º Circuito de Cinema Infantil começa no dia 14 de junho

O Circuito de Cinema Infantil chega à décima edição em 2021 e promove entre os dias 14 e 19 de junho oficinas, exibição de filme e conversas com célebres intelectuais do Brasil e de Santa Catarina. A edição comemorativa leva para o centro do debate temas como a importância da pluralidade e da representatividade das diferentes infâncias brasileiras nas telas. Um convite para profissionais e agentes da educação e do cinema a refletir sobre a descolonização do olhar — pauta social relevante na contemporaneidade. Entre os convidados estão a socióloga Helena Singer, de São Paulo; o escritor e líder indígena André Baniwa, da Amazônia; a professora e antropóloga Jozileia Kaingang, de Joinville; e a documentarista Renata Meirelles, diretora do doc Território do Brincar.

Criado com o propósito de democratizar o acesso aos filmes exibidos na Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis, o Circuito sempre teve também o objetivo de apoiar profissionais da educação por meio de formação e do fortalecimento do audiovisual como recurso educativo. Em 2020, com a pandemia, o evento teve a primeira edição virtual, com formações, debates e exibição de curtas. Depois do recorde de público – não só de SC, mas de educadores e profissionais de cinema de todo o país -, o Circuito terá mais uma vez uma programação on-line e robusta em 2021.

“Este ano, trouxemos temas mais abrangentes em relação à educação e à sociedade brasileira. Como está a educação das crianças nesse contexto de pandemia? Como está a sociedade brasileira neste momento? Quais imagens estamos mostrando para as crianças? Elas refletem a sociedade? Num momento tão complexo, vemos a força e movimentação da população negra, dos povos originários, das mulheres.E a Mostra sempre teve o cuidado de ser um espelho da sociedade. Precisamos dar visibilidade a tudo isso. O Circuito vem para olhar e discutir isso.” reflete Luiza Lins, diretora da Mostra.

Cinco dias de Conversas

O tema das diversas infâncias do Brasil – dos povos indígenas, dos ribeirinhos, das crianças do interior, das áreas rurais e urbanas, entre tantas outras – será discutido ao longo de cinco dias. A abertura no dia 14 será sobre Pandemia, escola e outros agentes da educação, com a presença da socióloga Helena Singer, vice-presidente da Ashoka para América Latina e membro do Conselho Municipal de Educação de São Paulo. Também participam Maria Thereza Marcílio, presidente da Avante Educação e Mobilização Social, e representantes da Secretaria Municipal de Educação de Florianópolis. Esse encontro será às 19h. Nos dias 15 a 18 de junho, as conversas estão marcadas para às 14h.

Destaque também para a participação da professora e antropóloga Jozileia Kaingang, de Joinville, e do escritor e líder indígena André Baniwa, que na terça (15) se juntam à antropóloga e cineasta e Rita da Silva para discutir o tema Povos indígenas: conhecer, respeitar e se encantar. Outra conversa importante debate o tema Descolonizando olhares, na quarta (16), com a antropóloga Mayana Nunes, o cineasta e educador Anderson Lima e a doutora em educação Roselete Aviz. Na quinta (17), os diretores do doc Território do Brincar Renata Meirelles e David Reeks conversam sobre Imagem, Infância e Cultura Popular com Nado (Reonaldo) Manoel Gonçalves, doutor em Educação e nome importante da cultura popular de Florianópolis.

O encerramento da série de Conversas será sobre Séries de animação para todas as infâncias e terá a participação da diretora do Anima Mundi Aída Queiroz, diretora da série Mulheres Fantásticas. A programação completa está abaixo e no site https://www.mostradecinemainfantil.com.br/circuito/

As conversas serão transmitidas ao vivo pelo canal no YouTube da Mostra e ficarão disponíveis para quem quiser assistir depois.

Oficinas de animação e audiovisual para educadores

O Circuito de Cinema Infantil também promove duas formações práticas e gratuitas para professores e professoras e profissionais interessados em cinema e educação. Na Oficina O audiovisual em contextos educativos: a construção do olhar, o Coletivo Móbile Educacional (SC) apresenta as possibilidades para inspirar práticas educativas com audiovisual. Esse workshop, totalmente online, é dividido em duas partes, que serão ministradas no dia 14 nos turnos matutino e vespertino.

Nos dias 15, 16 e 17 ocorre a Oficina de Animação, com o Instituto Marlin Azul (ES). A proposta é ensinar o passo a passo para a produção de um curta-metragem e da técnica stop motion, além de promover um exercício de experimentação de animação livre usando um aplicativo.

As inscrições para as oficinas e conversas do Circuito seguem abertas até a abertura do evento (dia 14) e dão direito a certificado mediante participação de no mínimo 10 horas de programação. Podem ser feitas pelo site https://www.mostradecinemainfantil.com.br/circuito/ .

Coletânea de curtas-metragens

Além das formações, o Circuito lança uma nova coletânea de curtas-metragens brasileiros. São cinco títulos legendados e acessíveis em LIBRAS e audiodescrição que fazem parte do acervo da Mostra: As aventuras de Pety, de Anahí Borges (SP, animação, 2019, 14 min); Dono de Casa, de Anderson Lima (MG, ficção, 2018, 8 min); Lé com Cré, de Cassandra Reis (SP, animação, 2018, 5min); O Menino Leão e a Menina Coruja, de Renan Montenegro ( DF, ficção, 2017, 16 min); e Dela, de Bernard Attal (BA, ficção, 2018,8min).

Essa seleção poderá ser assistida a partir do dia 14 de junho no YouTube da Mostra e se junta às dezenas de outras obras disponíveis no canal. Os filmes também estarão no DVD 17 do Circuito, que será distribuído ainda este ano para escolas que tiverem interesse, especialmente as que não têm acesso à internet.

“O Circuito traz inspiração, alegria, arte e conhecimento. Uma programação leve e ao mesmo tempo importante, pois reflete o momento atual da sociedade. Teremos também uma seleção de filmes de classificação livre, divertidos e de várias partes do país. Obras que são um reflexo da infância brasileira” – diz Luiza Lins.

Encerramento terá a exibição do longa Liyana

Aclamado em todo o mundo, o longa-metragem Liyana (Suazilândia, Qatar, EUA – 2017) encerra o Circuito de Cinema Infantil. A obra premiada dos diretores Aaron e Amanda Kopp será exibida no dia 19 de junho e ficará disponível para o público por uma semana no canal no YouTube da Mostra de Cinema Infantil .
Liyana conta a história de cinco crianças órfãs. Guiadas pela lendária contadora de histórias sul-africana Gcina Mhlophe, elas convertem lembranças sombrias em uma narrativa de transformação. Um filme desafiador de gênero que tece a jornada de um herói animado com cenas documentais poéticas para criar um conto inspirador de perseverança. O filme foi exibido no Brasil pela primeira vez no ano passado, durante a 19ª Mostra de Cinema Infantil.

O Circuito de Cinema Infantil 2021 tem patrocínio, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, da BAESA – Energética Barra Grande S/A, da Celesc – Centrais Elétricas de Santa Catarina e da Enercan – Campos Novos Energia S.A. A realização é da Secretaria Especial da Cultura – Ministério do Turismo, Governo Federal. A coordenação é da Lume Produções Culturais e a direção geral de Luiza da Luz Lins

Agende-se
Circuito de Cinema Infantil
De 14 a 19 de junho
100% on-line e gratuito
Evento emite certificado mediante 10 horas de participação nas oficinas e conversas


Transmissão ao vivo https://www.youtube.com/user/TVbloguinho

Mais informações https://www.mostradecinemainfantil.com.br/circuito/

Programação


Toda a programação tem tradução em LIBRAS

Segunda, 14/6
9h às 11h: Oficina O audiovisual em contextos educativos: a construção do olhar. Com o Coletivo Móbile Educacional
14h às 16h: Oficina A experiência de criação audiovisual
19h: Conversas – Pandemia, escola e outros agentes da educação – Abertura
Com Maria Thereza Marcílio (presidente da Avante Educação e Mobilização Social), Helena Singer (socióloga, vice-presidente da Ashoka para América Latina e membro do Conselho Municipal de Educação de São Paulo) e representante da Secretaria Municipal de Educação de Florianópolis.

Terça, 15/6
9h às 11h: Oficina de animação para professores com o Instituto Marlim Azul (ES)
14h: Conversas – Povos indígenas: conhecer, respeitar e se encantar
Com Jozileia Kaingang (professora e antropóloga), André Baniwa (vice-presidente da Organização Indígena da Bacia do Içana) e Rita da Silva (antropóloga e cineasta)

Quarta, 16/6
9h às 11h: Oficina de animação para professores com o Instituto Marlim Azul (ES)
14h: Conversas – Descolonizando olhares
Com Mayana Nunes (doutoranda em Antropologia Social), Anderson Lima (cineasta e educador) e Roselete Aviz (doutora em educação)

Quinta, 17/6
9h às 11h: Oficina de animação para professores com o Instituto Marlin Azul (ES)
14h: Conversas – Imagem, Infância e Cultura Popular
Com Renata Meirelles (produtora e diretora do Território do Brincar), David Reeks (produtor e diretor do Território do Brincar) e Nado (Reonaldo) Manoel Gonçalves (doutor em Educação e representante da Secretaria Municipal de Educação)
Sexta, 18/6
14h: Conversas – Séries de animação para todas as infâncias
Com Aída Queiroz (diretora de animação da série Mulheres Fantásticas), Hygor Amorim (criador e diretor da série de animação infantil Mytikah – O Livro dos heróis) e Renato Noguera (roteirista e pesquisador de infância, roteirista, compositor do Projeto multimídia Nana & Nilo)

Sábado, 19/6
10h: Exibição do longa de animação Liyana *com legenda em portugês e tradução em LIBRAS
Debate após a sessão com mediação de Luiza Lins e Gilka Girardello

Tags

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp

Busca

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content

Anália Franco: 11 99568-7320
Morumbi: 11 93040-2110

Escola de Teatro

Agende uma aula experimental
Whatsapp 11 96591 9915

Parceiros

Facebook

  • Mais Acessados
  • Arquivo

Quem Escreve

Ana Paula

Sou Ana Paula Alcântara Porfírio, trabalho em horário integral como mãe, sou casada, com um príncipe chamado Júnior, tenho dois filhos a Manuella e o Arthur, que fazem meus dias mais felizes!

Vou dividir com vocês nossos passeios, dicas de programas com crianças, experiências e sentimentos da maternidade!