Programação especial para o público infantil na Virada Sustentável 2021

Entre os dias 02 e 22 de setembro ocorre a 11ª Virada Sustentável na capital paulista. Neste ano, #MinhaMensagem é o tema norteador do maior festival de sustentabilidade do país, que traz mensagens importantes sobre este momento de construção coletiva para o futuro pós-pandemia. O tema permeia toda a programação do evento, que é gratuita e repete o modelo híbrido experienciado na edição de 2020.

Zeca Baleiro_Zoró Zureta

As 100 frases da campanha foram elaboradas por 100 organizações de diversos setores da sociedade civil. As mensagens se conectam com os shows, apresentações artísticas e intervenções urbanas, e também estarão estampadas em mobiliário urbano, escadas de estações do Metrô, empenas de prédios e escolas distribuídos por várias regiões da cidade.

Para promover o contato das crianças com as diversas frentes da sustentabilidade, a programação da Virada Sustentável traz atividades de várias linguagens artísticas, que, através da ludicidade, provocam várias reflexões e reações do público infantil.

Dentre os destaques, está o show do Grupo Triii, que convida Palhaça Rubra, no dia 5/9, às 15h. Neste dia, será apresentada uma canção inédita, fruto da parceria da Palhaça Rubra com o Grupo Triii, feita especialmente para esta edição da Virada Sustentável. Já no dia 12/09, no mesmo horário, é a vez de Zeca Baleiro e Banda apresentarem o show Zozó Zureta, que reúne sucessos de seus dois álbuns anteriores voltados para o público infantil. Dentre eles, estão “Minhoca dorminhoca”, “Onça pintada”, “Papai e mamãe” e “Ornitorrinco”. Por questões de segurança, estes shows serão transmitidos ao vivo e online no site da Virada Sustentável, sem presença física de público.

A intensa programação infantil do festival ocupa o Centro Cultural São Paulo (CCSP). A tradicional Mostra de Teatro chega à Virada Sustentável com espetáculos marcantes. Dentre eles, está Água Doce, da Cia da Tribo, que conta a história mítica da Iara e de outros seres folclóricos presentes nas comunidades ribeirinhas. A Mostra também apresenta ao público infantojuvenil histórias de personalidades importantes da literatura nacional. Dentre elas, estão Carolina Maria de Jesus, cuja obra “Quarto de Despejo” é inspiração para a montagem Um Canto para Carolina, da Cia. dos Inventivos; a vida da poeta Cora Coralina, retratada na peça Cora, Doce Poesia, e a vida de Patativa do Assaré, no espetáculo Letras Perambulantes – Vida e obra do poeta Patativa do Assaré, são encenadas pelo Núcleo Caboclinhas.

Já a sala Jardel Filho recebe a Mostra de Circo, para todas as idades, a partir do dia 04/09. O grupo Rainhas do Radiador traz o espetáculo A Andarilha, com música tocada ao vivo por uma sanfoneira, que interage com a palhaça Rufina durante toda a apresentação. A apresentação do grupo A Casa das Lagartixas aborda inclusão e diversidade em Birita Procura-se. Encerrando esta Mostra, a Trupe duNavô performa Descortina a Rua, que propõe um momento de pausa no cotidiano das pessoas. Será necessário retirar ingressos com antecedência para todas as atividades do festival ocorridas em ambientes fechados. A retirada de ingressos será na bilheteria, e a lotação das salas será de acordo com os protocolos vigentes no dia.

O Foyer é palco de 14 apresentações da Mostra de Contação de Histórias. Dentre os destaques estão a participação da Trupe BorboLetras, que interpreta Histórias de Mar, livremente inspirada nos contos “A Menina sem Palavra” e “O Beijo da Palavrinha”, de Mia Couto; e a participação do premiado escritor Daniel Munduruku no dia 5/9, quando mostra o mundo indígena através de uma vivência de contação de história e bate-papo.

A contadora Mafuane Oliveira narra a história de Wangari Maathai, a 1ª mulher africana a receber o prêmio Nobel da Paz (Crédito: Mariana Ser); Daniel Munduruku apresenta a cultura indígena por meio de contação de histórias e música (Crédito Cássia Sandoval)

A história da ativista ambiental queniana Wangari Maathai, primeira mulher africana a ganhar o Prêmio Nobel da Paz, está presente em duas atividades da Mostra: no dia 10/09, a contadora Mafuane Oliveira apresenta Wangari Maathai ao público do CCSP, e no dia seguinte, é a vez do Núcleo Atômico contar esta história em Disseram que eu (não) PODIA | Núcleo Atômico. “Nossa programação aborda vários aspectos da sustentabilidade de uma maneira lúdica, promovendo um envolvimento natural das crianças junto a esta temática”, afirma Mariana Amaral, também realizadora da Virada Sustentável.

A Mostra de Performances também reserva uma programação pensada para as famílias, que acontece no Foyer e Jardim Suspenso do CCSP. Dentre os destaques estão a intervenção sonora A Sanfonástica Mulher-Lona, protagonizada pela artista Lívia Mattos, e a performance O Ovo da Cuca, do Grupo Desembargadores do Furgão, que traz uma reflexão sobre liberdade a partir de uma caixa colocada no espaço vazio, em que nasce um mundo de criaturas e discursos que interagem com o público e depois são “engolidos ” por ela mesma, numa espécie de eterno retorno.

A programação completa pode ser acompanhada nos seguintes canais:

Site: www.viradasustentavel.org.br

Instagram: @viradasustentavel

Facebook: facebook.com/viradasustentavel

Youtube: https://www.youtube.com/ViradaSustentavel

Programação infantil da Virada Sustentável

Shows online | Grátis

Grupo Triii convida Palhaça Rubra

Dia 05/09

Horário: 15h

Local: Site da Virada Sustentável (https://www.viradasustentavel.org.br/shows)

Zozó Zureta – Zeca Baleiro e Banda

Dia 12/09

Horário: 15h

Local: Site da Virada Sustentável (https://www.viradasustentavel.org.br/shows)

Centro Cultural São Paulo (CCSP)

Toda a programação é gratuita. Os ingressos estarão disponíveis para retirada na bilheteria do CCSP 30 minutos antes do início do espetáculo. Para maior comodidade e segurança, a reserva de ingressos poderá ser feita nos links disponíveis no site da Virada Sustentável (https://www.viradasustentavel.org.br). Os ingressos reservados deverão ser retirados no local até 30 minutos antes do início do espetáculo.

Mostra de Teatro

Letras Perambulantes – Vida e obra do poeta Patativa do Assaré | Núcleo Caboclinhas

O espetáculo conta a vida e obra do poeta cearense Patativa do Assaré.

Data: 04/09

Horário: 17h

Duração: 30 minutos

Local: Sala Adoniran Barbosa

Água Doce | Cia da Tribo

Água Doce conta a história do mito da Iara e de outros seres folclóricos presentes nas comunidades ribeirinhas.

Data: 04/09

Horário: 17h

Duração: 30 minutos

Local: Sala Adoniran Barbosa

Quem Vem de Longe | Cia Teatral As Graças

Três atrizes, com uma narrativa em forma de conversa multifacetada, evocam a trajetória de quem migra – ou de quem tenta migrar – para outra terra ou outro desejo.

Data: 04/09

Horário: 19h30

Duração: 45 minutos

Local: Sala Adoniran Barbosa

Cora, Doce Poesia | Núcleo Caboclinhas

O espetáculo “Cora, doce poesia” retrata a vida da poetisa Cora Coralina em quatro fases: infância, adolescência, vida adulta e a velhice.

Data: 05/09

Horário: 19h

Duração: 60 minutos

Local: Sala Jardel Filho

Um Canto para Carolina | Cia. dos Inventivos

Espetáculo musical infanto-juvenil, livremente inspirado no livro-diário “Quarto de despejo” de Carolina Maria de Jesus.

Data: 05/09

Horário: 20h

Duração: 60 minutos

Local: Sala Jardel Filho

Temperos de Histórias | Cia. do Liquidificador

Três artistas trajados de cozinheiros circulam pelo Foyer com temperos variados, contando histórias que abordam alimentação saudável e curiosidades sobre alimentos e temperos de todo o mundo.

Data: 11/09

Horário: 16h

Duração: 50 minutos

Local: Foyer

O Livro do Mundo Inteiro | Trupe DuNavô

Espetáculo de improviso onde os palhaços inspiram a platéia a cooperar com a criação da história do dia, enviando seus estímulos e contribuições

Data: 11/09

Horário: 17h

Duração: 40 minutos

Local: Sala Adoniran Barbosa

Adivinha Só | Cia Baitaclã

Espetáculo que fortalece a palhaçaria feminina

Data: 11/09

Horário: 18h

Duração: 50 minutos

Local: Sala Jardel Filho

Mostra de Circo

Sala Jardel Filho

A Andarilha | Rainhas do Radiador

Brincando de fazer um show de circo, a palhaça Rufina improvisa cenas com seus objetos inusitados e convida o público a mergulhar em seu universo particular.

Data: 04/09

Horário: 14h30

Duração: 50 minutos

Birita Procura-se | A Casa das Lagartixas

Birita é uma palhaça (d)eficiente que para (sobre)viver e pagar as contas, parte em busca de um emprego e desafia (seus) limites para exercer alguma função importante em sociedade.

Data: 05/09

Horário: 14h30

Duração: 50 minutos

Descortina a Rua | Trupe duNavô

Intervenção que propõe um momento de pausa no cotidiano das pessoas.

Data: 12/09

Horário: 14h30

Duração: 50 minutos

Mostra de Contação de Histórias

Foyer

Histórias de Rio | Tricotando Palavras

A atividade é um convite para as crianças conhecerem histórias permeadas com cantigas de rio.

Data: 04/09

Horário: 14h

Duração: 30 minutos

Histórias de Mar | Trupe BorboLetras

Apresentação livremente inspirada em dois contos de Mia Couto: “A Menina sem Palavra” e “O Beijo da Palavrinha”.

Data: 04/09

Horário: 15h30

Duração: 30 minutos

Raízes de um Brasil Diverso | Coletivo DiPéis

Entre histórias da tradição de povos diversos – que habitaram e habitam o território brasileiro – e canções que nascem para completar essas narrativas, o espetáculo perpassa por terrenos caipiras, caiçaras e urbanos.

Data: 04/09

Horário: 19h

Duração: 30 minutos

Contos da Natureza | Grupo Malaebaú

A apresentação reúne contos da tradição oral que de maneira poética trazem questões relevantes sobre o meio ambiente e sua preservação.

Data: 05/09

Horário: 14h

Duração: 30 minutos

Viagem na Floresta | Tá na Boca do Conto

Esta contação se propõe a conduzir as crianças pelo imaginário dos bichos que habitam a floresta e o jardim da nossa casa.

Data: 05/09

Horário: 15h30

Duração: 30 minutos

Daniel Munduruku

Escritor indígena do povo Munduruku, Daniel mostra o mundo indígena através de uma vivência de contação de história, apresentação de dança e canto, e bate-papo.

Data: 05/09

Horário: 18h

Duração: 50 minutos

Wangari Maathai | Chaveiroeiro

A contadora Mafuane Oliveira narra a vida da ativista ambiental queniana Wangari Maathai, que incentivava a população a plantar árvores no combate à degradação do meio ambiente.

Data: 10/09

Horário: 20h

Duração: 45 minutos

Os Presentes do Leão | Cia. do Liquidificador

Com uso de desenhos e música ao vivo, os contadores convidam as crianças para explorar o reino animal.

Data: 11/09

Horário: 14h

Duração: 30 minutos

Disseram que eu (não) PODIA | Núcleo Atômico

Com abordagem mítica, o grupo conta a história da camponesa Margarida Maria Alves, sindicalista brutalmente assassinada, e da professora e ativista ambiental Wangari Maathai, primeira mulher africana a receber o Prêmio Nobel da Paz.

Data: 11/09

Horário: 14h30

Duração: 45 minutos

A Moura Encantada | Coletivo DiPéis

Livre interpretação de um conto mourisco que traz a história de uma linda moura que foi encantada pelo seu pai.

Data: 11/09

Horário: 18h30

Duração: 30 minutos

Uma Princesa assim de pequeninha, mas… | Cia. do Liquidificador

Esta história não tem príncipe ou heróis, mas sim uma princesa bem pequenininha.

Data: 12/09

Horário: 14h

Duração: 30 minutos

Mulheres | Núcleo Artístico Coruja EmCena

Com repertório musical conhecido das crianças e fantoches, esta contação apresenta mulheres importantes da música brasileira como Carmem Miranda, Chiquinha Gonzaga, Cecília Meireles.

Data: 12/09

Horário: 15h30

Duração: 45 minutos

Histórias da Floresta contadas com Origamis | Irene Tanabe

Esta contação narra como as florestas são essenciais para a manutenção da vida na Terra.

Data: 12/09

Horário: 16h

Duração: 30 minutos

Contos da Natureza | Três Marias e Um João

Os contadores narram três histórias: os contos indianos “A mensagem dos pássaros” e “A árvore de Amrita”; e o chinês “O pote vazio”.

Data: 12/09

Horário: 16h30

Duração: 45 minutos

Mostra de Performances

Banda Literária | Cia Farnel de Artes

Dois músicos/atores percorrem os espaços de forma itinerante. Carregam seus instrumentos e apregoam textos poético-literários.

Data: 04/09

Horário: 16h

Duração: 30 minutos

Local: Jardim Suspenso

A Sanfonástica Mulher-Lona | Lívia Mattos

Vestida de picadeiro e lona de circo, a artista Lívia Mattos protagoniza uma intervenção em forma de instalação sonora, unindo o espírito circense com a harmonia da sanfona.

Horário: 15h

Duração: 30 minutos

Local: Foyer e Jardim Suspenso

O Ovo da Cuca | Grupo Desembargadores do Furgão

A performance acontece numa sequência de imagens feitas com bonecos e máscaras que montam retratos sobre liberdade.

Data: 10/09

Horário: 18h30

Duração: 40 minutos

Local: Foyer

Tags

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp

Busca

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Anália Franco: 11 99568-7320
Morumbi: 11 93040-2110

Escola de Teatro

Agende uma aula experimental
Whatsapp 11 96591 9915

Parceiros

Facebook

Arquivos

Quem Escreve

Ana Paula

Sou Ana Paula Alcântara Porfírio, trabalho em horário integral como mãe, sou casada, com um príncipe chamado Júnior, tenho dois filhos a Manuella e o Arthur, que fazem meus dias mais felizes!

Vou dividir com vocês nossos passeios, dicas de programas com crianças, experiências e sentimentos da maternidade!