Museu da Energia oferece Ciência em Casa

Sabemos que a educação em tempos de pandemia se tornou um desafio para professores, alunos e, principalmente, para muitos pais. Não é possível manter o ritmo da sala de aula em casa. A falta do contato presencial com os professores, com os colegas de sala, e o descompasso entre o cotidiano da casa e a rotina escolar são fatores agravantes. Outro ponto importante foi a virtualização da vida: estuda-se no computador, no celular, por aulas na TV, com experiências educacionais restritas a aparelhos, e, assim, o prazer por estudar foi dando espaço para o cansaço e a longa exposição às telas.

Para os educadores dos museus aconteceu o mesmo, com as portas fechadas, as equipes precisaram recorrer às redes sociais com visitas virtuais e atividades que pudessem, de alguma forma, chegar aos públicos que frequentavam os espaços. O Educativo dos Museus da Energia mergulhou de cabeça nos jogos, experimentos, e principalmente, em atividades que possam ser facilmente realizadas e adaptadas aos materiais que temos em casa.

É neste espírito da difusão da ciência que convidamos crianças, jovens e adultos a aproveitarem os conhecimentos proporcionados em vídeos no YouTube, para aplicarem o conceito de experimentação científica em casa.

A ciência é um campo importante de construção de hipóteses, experimentação e construção de teorias. Em uma brincadeira lúdica, podemos reunir crianças e jovens para discutir a densidade da água, por exemplo. Esta atividade pode acontecer na escola (durante este momento de aulas híbridas) ou em casa, estimulando a aproximação de pais e filhos na brincadeira “pedagógica”. Segue o passo a passo:

Assista o vídeo sobre a densidade da água no canal Museu da Energia no YouTube;
Escolha os materiais a serem testados – como frutas, folhas, pequenos brinquedos. E prepare os recipientes com a água que irá utilizar para os testes;
Crie o desafio: “afunda ou flutua”, onde cada participante pode registrar suas hipóteses em um quadro, folha de caderno ou sulfite; Ou, se preferir, faça plaquinhas com papel e palito de sorvete – de um lado, anote a palavra: “afunda” e do outro: “flutua”;
Em seguida, realize os testes, convide os participantes para observarem o comportamento de cada material, descreverem o que aconteceu e criarem explicações para o material afundar ou flutuar.
Esta brincadeira que, pode ser até mesmo gamificada (com quiz, pontuação, tempo cronometrado), pode ser uma importante aliada para o desenvolvimento de uma das competências gerais da BNCC (Base Nacional Comum Curricular):

“Exercitar a curiosidade intelectual e recorrer à abordagem própria das ciências, incluindo a investigação, a reflexão, a análise crítica, a imaginação e a criatividade, para investigar causas, elaborar e testar hipóteses, formular e resolver problemas e criar soluções (inclusive tecnológicas) com base nos conhecimentos das diferentes áreas.”

Os Educativos dos Museus da Energia continuam produzindo conteúdos que envolvem ciência, história, meio ambiente e sustentabilidade, com o objetivo de aproveitar as mídias sociais para a construção de saberes, para a aprendizagem a partir de metodologias ativas e a conscientização sobre a importância da água e da energia para a vida.

Para acompanhar nossas atividades, siga o Instagram, Facebook e YouTube: @museudaenergia. Preparamos também uma playlist especial com experimentos e oficinas para se fazer em casa ou na escola: https://www.youtube.com/watch?v=lt6G48hEqQQ&list=PLTE3Oh36F4XqXr470F_bnKPO8ki7wM8FC.

Fernanda Morais é coordenadora do educativo da Fundação Energia e Saneamento

Tags

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp

Busca

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content

Anália Franco: 11 99568-7320
Morumbi: 11 93040-2110

Escola de Teatro

Agende uma aula experimental
Whatsapp 11 96591 9915

Parceiros

Facebook

Arquivos

Quem Escreve

Ana Paula

Sou Ana Paula Alcântara Porfírio, trabalho em horário integral como mãe, sou casada, com um príncipe chamado Júnior, tenho dois filhos a Manuella e o Arthur, que fazem meus dias mais felizes!

Vou dividir com vocês nossos passeios, dicas de programas com crianças, experiências e sentimentos da maternidade!