Casa Bauducco e Instituto Fazendo História promovem debate sobre acolhimento de bebês e crianças em famílias acolhedoras

A Casa Bauducco, unidade de negócios da Pandurata Alimentos com foco em produtos forneados artesanais, em parceria com o Instituto Fazendo História, vai realizar um evento especial na loja conceito da marca, localizada na Avenida Paulista, 1.765, nesta terça (30/11), o Dia de Doar. Intitulado de “A fatia de cada um”, o evento tem o objetivo de levar informação à sociedade sobre essa política pública e sua importância ao garantir que crianças afastadas temporariamente de suas famílias se desenvolvam plenamente nessa fase tão importante de suas vidas.

O encontro contará com a presença da coordenadora do Programa Famílias Acolhedoras, Sara Luvisotto; Andreia Barion, diretora-executiva do Instituto Fazendo História; Paulo Cardamone, diretor de sustentabilidade das empresas do Grupo Bauducco e diretor-geral da Casa Bauducco; do juiz Iberê Dias, titular da Vara da Infância e Juventude de Guarulhos; Lara Naddeo, coordenadora do núcleo de pesquisas do Instituto Fazendo História; Márcia Woods, presidente da Associação Brasileira de Captadores de Recursos (ABCR), além de famílias participantes que vão compartilhar suas histórias.

Há 4 anos, a Casa Bauducco incentiva essa pauta social apoiando o programa Famílias Acolhedoras do Instituto Fazendo História, criado há 5 anos na cidade de São Paulo, com o objetivo de acolher crianças de 0 a 6 anos junto a famílias acolhedoras voluntárias selecionadas e capacitadas. O acolhimento é temporário, até que possam retornar para suas famílias de origem ou sejam encaminhadas para a adoção. Atualmente, segundo dados do IFH, apenas 5% das crianças e dos adolescentes que estão em medida de acolhimento moram com famílias acolhedoras. Os demais 95% ainda estão acolhidos em instituições.

“Por sermos uma empresa familiar, acreditamos e prezamos os valores e o futuro das próximas gerações. Esse foi um dos motivos de a Casa Bauducco abraçar essa causa tão nobre promovida pelo Instituto Fazendo História, pois consideramos fundamental ajudar e incentivar outras pessoas e empresas a contribuírem com o desenvolvimento social, psicológico e familiar dessas crianças que precisam de acolhimento e de um futuro melhor”, explica Paulo Cardamone, diretor de sustentabilidade das empresas do Grupo Bauducco e diretor-geral da Casa Bauducco.

Dia de Doar

Para incentivar o hábito de doação entre os brasileiros e engajar consumidores, a rede de cafeterias incentiva os consumidores a participarem da ação por meio da compra de fatias de Panettone e de Chocottone®️ doces e salgadas em todas as 100 lojas da Casa Bauducco distribuídas pelo país, no próprio dia 30/11, que terá a venda totalmente revertida para o programa “Famílias Acolhedoras”.

O público também poderá acompanhar gratuitamente o debate e cases de famílias e crianças atendidas pelo programa, no próprio dia 30/11, diretamente da Casa Bauducco da Avenida Paulista ou posteriormente pelos canais digitais da marca, onde o conteúdo será disponibilizado na íntegra.

O Dia de Doar faz parte de um movimento mundial também conhecido como Giving Tuesday (“Terça-feira de Doação”, em tradução do inglês), sendo propositalmente comemorado na terça-feira após a Black Friday para provocar na sociedade uma reflexão sobre o consumismo e incentivar o hábito de doação, tempo e recursos financeiros a causas e projetos sociais.

Uma pesquisa do Instituto Ipsos, coordenada pelo Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social (IDIS), aponta que 77% dos mais de 2 mil entrevistados realizaram alguma doação em 2020, sendo o destino das doações critério primordial para a cautelosa tomada de decisão de 83% dos respondentes. A média de valores doados no ano passado foi de R$ 200, uma queda de 17% em relação à pesquisa anterior (2015). Confira o levantamento completo neste link .

Mais sobre a Casa Bauducco: Criada em 2012, no ano em que a família Bauducco comemorou os 60 anos no Brasil, a Casa Bauducco resgata valores típicos de um negócio de família, em um espaço diferenciado, que combina empório com cafeteria, onde as pessoas podem se sentar e saborear uma fatia de panettone quentinha, polvilhada com açúcar e canela; um croissant ou um palmier; entre outras delícias, acompanhados de uma bela xícara de café ou cappuccino. Com mais de 83 unidades distribuídas em São Paulo – entre elas, Shopping Vila Olímpia, Shopping Eldorado, Shopping Morumbi, Alameda Lorena, e as mais recentes na Av. Paulista, Shopping Plaza Sul e Hospital Paulistano – o espaço traz na decoração a história da Família Bauducco. Ao todo, são mais de 100 itens deliciosos à disposição.

Mais sobre o Famílias Acolhedoras: O programa Famílias Acolhedoras do Instituto Fazendo História foi criado há 5 anos na cidade de São Paulo, com o objetivo de acolher crianças de 0 a 6 anos junto a famílias acolhedoras voluntárias selecionadas e capacitadas, garantindo assim que se desenvolvam plenamente nessa fase tão importante de suas vidas. O acolhimento é temporário até que possam retornar para suas famílias de origem ou sejam encaminhadas para a adoção. O programa desde então já atendeu mais de 80 bebês e crianças e conta com a parceria da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS) de São Paulo e da Vara da Infância e Juventude – Fórum João Mendes.

Tags

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp

Busca

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Anália Franco: 11 99568-7320
Morumbi: 11 93040-2110

Escola de Teatro

Agende uma aula experimental
Whatsapp 11 96591 9915

Parceiros

Facebook

Arquivos

Quem Escreve

Ana Paula

Sou Ana Paula Alcântara Porfírio, trabalho em horário integral como mãe, sou casada, com um príncipe chamado Júnior, tenho dois filhos a Manuella e o Arthur, que fazem meus dias mais felizes!

Vou dividir com vocês nossos passeios, dicas de programas com crianças, experiências e sentimentos da maternidade!