1º conto de fadas brasileiro sobre adoção aborda de maneira lúdica o direito à família

Imagine uma árvore tão alta que seus galhos pareciam tocar o céu e tão profunda que ninguém sabia se suas raízes teriam fim. E ainda que de seus fios surgiam todos os outros seres, inclusive os mágicos. Essa é A Grande Árvore, primeiro conto de fadas infanto-juvenil brasileiro sobre adoção. Escrito por Janaína Leslão e com ilustrações de Thais Linhares, o lançamento acontece no dia 25 de maio, Dia Nacional da Adoção.

A Grande Árvore tem como fio condutor uma questão importante: o direito reprodutivo não está atrelado exclusivamente à lógica biológica, mas também ao encantamento de reproduzir afeto, sentido e em última instância, a magia do pertencimento e da continuidade da vida.

O livro conta de forma lúdica a história de Rudá, um garoto que encontrou cuidados no Casulo, abrigo criado pela líder das fadas de Enseada. Lá, ele começa a sonhar mais bonito: haveria como juntar aquelas crianças e adolescentes e as mães e os pais que se desencontraram para que se adotassem?

Segundo Janaína Leslão, é urgente que o debate sobre a adoção, principalmente a tardia, avance em nossa sociedade e seja cada vez mais ampliado. “Quando alguém pensa em ampliar a família, pensa em adotar bebês ou crianças. E essa não é a realidade da maioria das pessoas que estão disponíveis para adoção no Brasil. Enquanto sociedade, levando em conta o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), deveríamos garantir para todas as crianças e adolescentes a convivência familiar e comunitária”, afirma Janaína.

Para a escritora, debater sobre a adoção tardia é pensar em apresentar um mundo de afeto e cuidado para aquela pessoa em desenvolvimento, agregando valores e novas possibilidades. “Isso pode ser positivo, pois caso a pessoa adotada deseje no futuro formar uma família poderá ser com uma outra perspectiva, não reproduzindo as dores. Inserida em uma nova família ela terá a chance de se curar das situações difíceis que já passou”, completa.

A adoção no Brasil

Segundo a publicação Diagnóstico sobre o Sistema Nacional de Adoção e Acolhimento (SNA), de 2020, entre outubro de 2019 e maio de 2020, foram adotados por meio do SNA 10.120 crianças e adolescentes no Brasil, de um total de 9.887 pretendentes.

Atualmente, 2.543 crianças e adolescentes e 2.008 famílias pretendentes, encontram-se em processo de adoção no país. As diferenças entre o número de crianças e adolescentes e de pretendentes são devidas ao fato de um mesmo pretendente adotar mais de uma criança, geralmente irmãos.

A existência do elevado número de crianças/adolescentes disponíveis para adoção e ainda não vinculadas a algum pretendente, mesmo havendo cerca de 21 pretendentes aptos à adoção para cada criança disponível, acontece principalmente por conta de apenas 0,3% desses pretendentes desejarem adotar adolescentes

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) instituiu, em abril desse ano, a Portaria 114 que regulamentou os projetos de estímulo às adoções tardias. Essa nova ferramenta pretende aproximar as crianças e adolescentes que não conseguiram uma família para si a adultos habilitados para adoção. O objetivo é preservar o melhor interesse da criança e do adolescente, respeitando suas particularidades.

Lançamento

A Grande Árvore é o 4º e último livro de uma série de contos de fadas sobre os direitos humanos, em especial os direitos sexuais e reprodutivos. O primeiro livro da coleção, A Princesa e a Costureira, é sobre o direito de amar quem se quer. O segundo livro, Joana Princesa, fala sobre o direito de ser quem somos. Já o terceiro livro, A Rainha e os Panos Mágicos, escrito em coautoria com a doula Deborah Delage, traz o direito da gestante sobre o próprio corpo.

A Grande Árvore é um lançamento da Editora Metanoia e será lançando oficialmente no dia 25 de maio. O livro já está disponível para pré-venda no site da editora por R$40.

O projeto foi contemplado pela Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo, por meio do Edital ProAc Literatura-2021.

Sobre a autora e ilustradora

Janaína Leslão nasceu em Maringá, no Paraná. É formada em psicologia pela UNESP – Assis, tem especialização em saúde mental e é servidora pública do Sistema Único de Saúde (SUS).

A Grande Árvore
Lançamento nacional: 25 de maio
Pré-venda no site da Editora Metanoia
Valor do livro: R$40

Tags

Busca

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Anália Franco: 11 99568-7320
Morumbi: 11 93040-2110

Escola de Teatro

Agende uma aula experimental
Whatsapp 11 96591 9915

Sampa com Família

Parceiros

Facebook

Arquivos

Quem Escreve

Ana Paula

Sou Ana Paula Alcântara Porfírio, trabalho em horário integral como mãe, sou casada, com um príncipe chamado Júnior, tenho dois filhos a Manuella e o Arthur, que fazem meus dias mais felizes!

Vou dividir com vocês nossos passeios, dicas de programas com crianças, experiências e sentimentos da maternidade!