Arte Educar realiza shows grátis em unidades dos CEUs no Mês da Criança

O projeto Arte Educar, idealizado pela Pôr do Som Produções, dá continuidade à série eventos culturais gratuitos em espaços culturais e escolas públicas da periferia de São Paulo. Em outubro, a programação – destinada a alunos da educação infantil, do ensino fundamental e médio, bem como seus familiares e à comunidade – foi elaborada para integrar as festividades do Mês da Criança.

As atrações de outubro são: Cia Cabelo de Maria e o Grupo Pé de Vento (4/10, às 10h30 e 14h30) no CEU Meninos; Oficina de Danças Brasileiras e Brincadeiras Populares com Aline Fernandes e Júlia Coelho e Brasileirinhos – Música para os Bichos do Brasil (11/10, às 10h e 14h), no CEU Inácio Monteiro; Cris Barulhins (14/10, às 10h), no CEU Guarapiranga; Girasonhos e Inimar Reis (18/10, às 10h e 14h) no CEU Capão Redondo; Girasonhos e Pequeno Coração Caipira (19/10, às 10h e 15h) no CEU Butantã; e Cris Barulins e Luana Bayô (20/10, às 10h e 14h30) no CEU Campo Limpo.

Iniciado em setembro, o Arte Educar é formado por São 30 espetáculos presenciais – shows musicais infantis, contação de histórias, teatro de bonecos e mamulengos, cantigas de roda, literatura popular e manifestações populares – e 6 oficinas sobre cultura popular brasileira que estimulam a criatividade e a imaginação, além de 4 shows online pelo YouTube da Pôr do Som. Em novembro, a programação será alinhada ao Mês da Consciência Negra.

Os grupos selecionados são reconhecidos pelo trabalho voltado às crianças e aos adolescentes com trabalhos de relevância no âmbito da cultura popular, da arte-educação e da diversidade cultural. São artistas que buscam elucidar temas sociais e usam a arte como ferramenta para a transformação da sociedade.

Segundo o idealizador e diretor artístico Sergio Mendonça, o Arte Educar tem o objetivo de promover o acesso de todos à cultura popular brasileira (teatro, música, poesia e literatura). “O projeto pretende contemplar um público de mais de 10 mil pessoas, principalmente na faixa etária entre 2 e 15 anos, além das comunidades ao redor das instituições, familiares, professores e funcionários das escolas e espaços culturais”. Ele comenta sobre a cidade de São Paulo oferecer uma infinidade de opções culturais que, na maioria das vezes, não chegam às crianças e aos jovens das da periferia. “É nesse ponto que o Arte Educar se impõe com uma iniciativa plural, levando cultura, lazer e conhecimento para seus próprios territórios”.

Esse projeto é realizado por meio do Pro-Mac, Programa de Municipal de Apoio a Projetos Culturais, da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo, com patrocínio da Meta.

FICHA TÉCNICA | Arte Educar – Idealização: Pôr do Som Produções. Produção executiva: Sérgio Mendonça. Direção de produção: Leonardo Escobar. Direção artística: Sérgio Mendonça. Projeto gráfico e comunicação: Patrick Karassawa. Assistência de produção: José Marcos e Igor Pires Bueno. Direção de arte e cenografia: Iva Pinheiro. Engenharia de som: Rodrigo Carraro e Gustavo do Valle. Vídeos: Estúdio 185. Assessoria de imprensa: Verbena Comunicação. Realização: Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo – Pro-Mac. Patrocínio: Meta.

Programação | Outubro

Grátis. Duração: 60 minutos. Classificação: Livre para todos os públicos.

04 de Outubro – Segunda-feira

CEU Meninos

10h30 – Show: Cia Cabelo de Maria – em Ping Pong

14h30 – Grupo Pé de Vento

Rua Barbinos, 111 – São João Clímaco. SP. Tel: (11) 2945-2543

11 de Outubro – Terça-feira

CEU Inácio Monteiro

10h – Oficina: Danças Brasileiras e Brincadeiras Populares – Aline Fernandes e Júlia Coelho

14h – Show: Brasileirinhos – Música para os Bichos do Brasil

Rua Barão Barroso do Amazonas, s/n – Guaianases. SP. Tel: (11) 2518-9000

14 de Outubro – Sexta-feira

CEU Guarapiranga

10h – Show: Cris Barulins – em Planeta Peteca

Estrada da Baronesa, 1120 – Parque Bologne. SP. Tel: (11) 3397-9550

18 de Outubro – Terça-feira

CEU Capão Redondo

10h – Show: Girasonhos – em Canta Girasonhos

14h – Show: Inimar dos Reis – em Criança da Terra

Rua Daniel Gran, s/n – Jardim Modelo. SP. Tel: (11) 5873-8067

19 de Outubro – Quarta-feira

CEU Butantã

10h – Show: Girasonhos – em Canta Girasonhos

15h – Show: Pequeno Coração Caipira – em Caipira Caiçara

Av. Eng. Heitor Antônio Eiras Garcia, 1870 – Jd. Esmeralda. SP/SP. Tel: (11) 3732-4550.

20 de Outubro – Quinta-feira

CEU Campo Limpo

10h – Show: Cris Barulins – em Planeta Peteca

14h30 – Show: Luana Bayô – em Cantos do Fogaréu

Av. Carlos Lacerda, 678 – Pirajussara. SP. Tel: (11) 5843-4800

As atrações de novembro serão divulgadas, oportunamente.

SINOPSES

Cia Cabelo de Maria – Ping Pong

Renata Mattar e Gustavo Finkler têm uma longa estrada permeada de trabalhos voltados ao público infantil. Renata atuou no grupo Palavra Cantada (SP) e Gustavo é fundador do grupo Cuidado Que Mancha (RS). Desde 2007, unidos na Cia Cabelo de Maria, criaram diversos espetáculos (São João do Carneirinho, Orquestra Poin e outros). No espetáculo Ping Pong, misturam vários ritmos e estilos da música regional com o realismo fantástico, o folclore brasileiro e o humor.

Brasileirinhos – Música para os Bichos do Brasil

O show Brasileirinhos, Música para os Bichos do Brasil é uma apresentação musical para crianças com canções que contam curiosidades sobre animais da fauna brasileira que correm risco de extinção, sempre com leveza e bom humor, procurando cativar as crianças com a graça dos poemas cantados despertando assim sua curiosidade. O músico Paulo Bira e sua banda trazem canções que contam também curiosidades sobre animais da fauna brasileira que correm risco de extinção, sempre com leveza e bom humor, procurando cativar as crianças com a graça dos poemas cantados despertando assim sua curiosidade. Todas as composições têm letra de Lalau e música de Paulo Bira.

Cris Barulins – Planeta Peteca

Show musical para a primeira infância, no qual a artista Cris Barulins se apresenta acompanhada por três músicos. O repertório em muito se assemelha ao do CD Planeta Peteca, lançado em 2018. Cris e sua banda apresentam as canções com propostas de brincadeiras para cada tema, provocando a alegria do público pela música lúdica e de qualidade, propondo a todos dançar e se divertir. O show resulta da pesquisa de repertório de canções da tradição oral, da cultura musical popular brasileira em suas diversas regiões, assim como canções autorais elaboradas a partir do estudo da musicalidade contemporânea e dos clássicos infantis. A banda se destaca pelos belos arranjos com sanfona e violão, por uso de pedais eletrônicos e diversos instrumentos de percussão, como o ngongoma, uma “kalimba gigante” da Guiné Konacri. O show Planeta Peteca já foi realizado no Teatro Viradalata e Teatro J.Safra, e adaptado às áreas de convivência do Sesc (São José dos Campos, São Carlos, Sorocaba e Osasco) e à casas de shows como Bona, Casa Manual e JazzB.

Pequeno Coração Caipira – Caipira Caiçara

Grupo de artistas que tem um reconhecido trabalho prestado à produção cultural para crianças, bem como para a cena musical e teatral. Em Caipira Caiçara os artistas celebram a cultura tradicional caipira, fugindo de estereótipos e rótulos, por meio de canções, causos, modinhas, adivinhas, simpatias e trava-línguas em uma apresentação repleta de humor e poesia. O espetáculo propicia um mergulho nesse universo tão presente no cotidiano de muitos e na formação da identidade cultural do nosso povo em momentos ímpares de humor, encantamento e brasilidade.

Grupo Pé de Vento

O grupo Pé de Vento realiza um trabalho musical para o público infantil e infanto-juvenil, cuja linguagem é inspirada na diversidade de gêneros regionais da cultura popular brasileira. Entre eles: baião, coco, batuque, cacuriá, Bumba Meu Boi e jongo. O repertório é formado por composições autorais e cantigas de domínio público.

Girasonhos – Canta Girasonhos

O Grupo Girasonhos foi criado, em 1995, pelo contador de histórias Giba Pedroza, o violonista Léo Doktorczyk e o percussionista Fernando Boi. De fato, começou a realizar as primeiras apresentações em 1989, nas areias da Praia de Boiçucanga. Foi essa paisagem do litoral norte do estado de São Paulo e a música “Estrela do Mar” (Marino Pinto e Paulo Soledade) que inspirou a criação de uma das histórias que compõem o repertório do espetáculo: “Pequenino Grão de Areia”. As pesquisas literárias e musicais e os arranjos são executadas pelos integrantes do grupo que, eventualmente, conta com participação de músicos e artistas convidados que colaboram tanto na atuação como na elaboração dos espetáculos.

Inimar dos Reis – Criança da Terra

Inimar é cantor, compositor, ator e pesquisador de folclore. Natural de Jequitinhonha/MG, iniciou a carreira no circo e teatro, participou de vários encontros culturais e festivais de música, atuou em cinema e fez apresentações em TV. É artista e produtor do Grupo Folias e Folguedos e do projeto Casa do Folião em Cotia e autor do livro-CD Folias e Folguedos do Brasil. As manifestações de cultura espontânea, músicas, danças e brincadeiras presentes na infância de crianças do mundo inteiro é mote do espetáculo. “A música é para a criança algo que ela encontra dentro de si mesma, e expressa através dos movimentos que consegue realizar, resultando em espontaneidade rítmica e percepção auditiva e gestual. Lembrando que a tarefa mais importante da criança é brincar. A música infantil é uma música para ser brincada, dançada, divertida. Viva a infância!”, comenta Inimar.

Luana Bayô – Cantos do Fogaréu

Luana Bayô é cantora, compositora e educadora paulistana. Dona de uma voz grave, potente e marcante, seu trabalho é fortemente marcado pela presença da música negra em diáspora. Realiza um forte trabalho na cultura popular brasileira apresentando ritmos como vissungos, sambas e jongos.

Oficina | Danças Brasileiras e Brincadeiras Populares – Aline Fernandes e Júlia Coelho

A oficina apresenta diversas danças brasileiras e brincadeiras como cacuriá, samba de roda, coco de roda, frevo, maculelê, ciranda, brincadeiras de roda, jongo e outros ritmos populares brasileiros. Compreendendo a cultura popular como um conjunto de atividades que envolvem dança, canto, música e trabalho manual, ao atividade aborda essas linguagem buscando ampliar a experiência cultural e artística dos participantes. Aline Fernandes é produtora cultural, dançarina e cantora. Atua na pesquisa e difusão de gêneros tradicionais brasileiros (Ponto Br, Acervo Maracá, Ana Maria Carvalho e os documentários Pedra da Memória e Guriatã). É assistente de direção do grupo Água de Menino (sobre danças tradicionais baianas, orientação de Mestre Kenura), Idealizou e integrou o coletivo Na Trilha do Tambor (sobre o tambor de crioula maranhense), integrou o Grupo Cupuaçu de Danças Brasileiras, é fundadora da Igarapé Cultura e Arte, produtora que realiza a Mostra Elas Em Cena e o documentário Mestre Kenura: a roda é universo. Júlia Coelho é graduanda em pedagogia pelo Instituto Singularidades. Atua como artista educadora infantil, pesquisando as manifestações da cultura popular brasileira com foco na representatividade e diversidade cultural dos povos de tradição afro indígenas. Integra o Grupo Cupuaçu Danças Brasileiras, desde a infância (pesquisa, prática e difusão das tradições populares maranhenses). É integrante e assistente de produção da Cia. da Lira com a qual realiza apresentações, oficinas e atividades em artes integradas para o público geral.

Tags

Busca

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Anália Franco: 11 99568-7320
Morumbi: 11 93040-2110

Escola de Teatro

Agende uma aula experimental
Whatsapp 11 96591 9915

Sampa com Família

Parceiros

Facebook

Arquivos

Quem Escreve

Ana Paula

Sou Ana Paula Alcântara Porfírio, trabalho em horário integral como mãe, sou casada, com um príncipe chamado Júnior, tenho dois filhos a Manuella e o Arthur, que fazem meus dias mais felizes!

Vou dividir com vocês nossos passeios, dicas de programas com crianças, experiências e sentimentos da maternidade!