Memorial da América Latina inaugura exposição de literatura modernista

O Memorial da América Latina realizará uma exposição de obras literárias do acervo da Biblioteca referentes ao Modernismo na literatura latino-americana. A mostra será aberta no dia 15 de fevereiro e reúne diversos autores importantes para o movimento. O evento é parte das comemorações do centenário da Semana de Arte Moderna de 1922.

MEMORIAL DA AMERICA LATINA

O Modernismo pode ser definido como um movimento artístico, filosófico e social de amplo espectro, que estabeleceu novos códigos e novos conteúdos traduzidos numa potente inovação formal. Na América Latina, teve como marco inicial a publicação do livro Azul pelo escritor nicaraguense Rubén Darío, em 1888 – uma das obras exibidas na exposição.

A partir do Modernismo latino-americano, se intensifica a busca por uma identidade regional, que continua até os dias atuais. A escolha do Modernismo como um momento referencial para essa busca destaca a singular e original interação que foi estabelecida entre a literatura, a cultura e a história da região, diferente da que ocorreu na Europa e nos Estados Unidos. Ao espalhar-se por toda a América Latina, o Movimento Modernista foi assimilado de maneira criativa e única em cada país, como no caso do Brasil, culminando na icônica Semana de 22.

Além do livro de Rubén Darío, um dos marcos do movimento, estarão expostas obras dos autores mexicanos Manuel Gutiérrez Nájera (1859-1895) e Amado Nervo (1870-1919), dos cubanos José Martí (1853-1895) e Julián del Casal (1863-1893), do guatemalteco Enrique Gómez Carrillo (1873-1927), dos colombianos José Asunción Silva (1865-1896) e Guillermo Valencia (1873-1943), do boliviano Ricardo Jaimes Freyre (1868-1933), dos peruanos José María Eguren (1874-1942) e José Santos Chocano (1875-1934), do argentino Leopoldo Lugones (1874-1938), dos uruguaios Julio Herrera y Reissig (1875-1910), Delmira Agustini (1886-1914) e José Enrique Rodó (1871-1917), do venezuelano Manuel Díaz Rodríguez (1871-1927), além dos brasileiros Oswald de Andrade (1890-1954), Mário de Andrade (1893-1945), Carlos Drummond de Andrade (1902-1987), Manuel Bandeira (1886-1968), Menotti del Picchia (1892-1988), Guilherme de Almeida (1890-1969), Cassiano Ricardo (1895-1974), Ronald de Carvalho (1893-1935), Graça Aranha (1868-1931) e Plínio Salgado (1895-1975).

CENTENÁRIO DA SEMANA DE 22 NO MEMORIAL

Pilares de 22

As comemorações ao centenário da Semana de 22 no Memorial serão iniciadas com a inauguração da exposição “Pilares de 22”, no dia 13 de fevereiro. Com curadoria de JAL e ilustrações de Fernandes, a mostra apresenta 16 caricaturas de personalidades que participaram da Semana da Arte Moderna ou que contribuíram para difundir as ideias modernistas pela América Latina. As caricaturas ficarão instaladas nas pilastras em frente ao Pavilhão da Criatividade durante todo o ano e contarão com mini-biografias de personalidades como Victor Brecheret, Di Cavalcanti, Flávio de Carvalho e Anita Malfatti.

Revista Nossa América

A nova edição da Revista Nossa América é dedicada à Semana de 22, com textos sobre Mário de Andrade, Menotti del Picchia, Villa-lobos, Pagu, entre outros. A publicação também faz uma análise sobre como o Modernismo se espalhou pelo continente e como o movimento é compreendido pelas novas gerações.

Retrato de Mário de Andrade

Instalação de reprodução adesivada, em tamanho ampliado, da obra Retrato de Mário de Andrade, do pintor Lasar Segall, fixada na fachada do prédio da Administração do Memorial, com dimensões de 18m x 7m, homenageando um dos expoentes do Modernismo Brasileiro. A pintura de Lasar Segall foi cedida pelo Acervo do Instituto de Estudos Brasileiros – IEB – USP.

Avenida Mário de Andrade

O nome da via que atravessa o complexo arquitetônico da Fundação foi alterado de Auro Soares de Moura Andrade para Avenida Mário de Andrade. A ação foi uma iniciativa encabeçada pelo presidente do Memorial da América Latina, Jorge Damião, a partir de uma demanda antiga de dirigentes e servidores que passaram pela Fundação.


Exposição “Modernos antes dos modernos: a literatura latino-americana e os modernistas de 22”
Visitação: A partir de 15 de fevereiro de 2022
De segunda a sexta-feira, das 10h às 17h

Biblioteca Latino-Americana Victor Civita / Praça Cívica
Avenida Mário de Andrade, 664
Entrada gratuita, sem necessidade de agendamento, respeitando os protocolos sanitários vigentes.

Tags

Busca

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Anália Franco: 11 99568-7320
Morumbi: 11 93040-2110

Sampa com Família

Parceiros

Facebook

Comments Box SVG iconsUsed for the like, share, comment, and reaction icons

Arquivos

Quem Escreve

Ana Paula

Sou Ana Paula Alcântara Porfírio, trabalho em horário integral como mãe, sou casada, com um príncipe chamado Júnior, tenho dois filhos a Manuella e o Arthur, que fazem meus dias mais felizes!

Vou dividir com vocês nossos passeios, dicas de programas com crianças, experiências e sentimentos da maternidade!