Trilha sonora e mais curiosidades de Minions 2: A Origem de Gru: tudo que você precisa saber

Em cartaz nas telonas há pouco mais de uma semana, Minions 2: A Origem de Gru tem conquistado o coração tanto do público infantil, quanto dos adultos. Além de contar a história de origem do vilão mais amado de todos, a animação chama a atenção com sua trilha sonora impecável inspirada nos anos 1970, o que tem gerado comentários positivos na internet voltados para as músicas que tocam durante o filme.

O diretor de Minions 2: A Origem de Gru, Kyle Balda, contou que por estar ambientada nos anos 1970, a animação proporcionou à produção uma verdadeira mina de diamantes para escavar entre referências de música, moda e cultura pop. “Eu tinha a mesma idade de Gru no nosso filme, crescendo nos anos 1970, então é um projeto muito pessoal para mim. Tudo tinha muito estilo: a televisão, a música, os carros, os penteados, as calças boca de sino. E as cores vibrantes, os brilhos, a era disco. Foi uma década visual, com certeza, e muito nostálgica para olhar para trás e se inspirar”, comenta Balda.

Minions 2: A origem de Gru conta com uma trilha sonora original produzida pelo Produtor do Ano vencedor do Grammy de 2022 Jack Antonoff. Ela celebra uma série de deslumbrantes clássicos do funk, disco e soul, com versões inéditas de alguns dos maiores êxitos da década de alguns dos maiores e mais badalados talentos da atualidade.

Cada faixa foi reimaginada por cada artista com resultados engenhosos: Diana Ross ft. Tame Impala lidera o álbum com o alegre e dançante primeiro single, “Turn Up The Sunshine”; St. Vincent regrava o sucesso de 1979 do Lipps Inc., “Funkytown”; H.E.R. com a versão do hit de Sly e The Family Stone, “Dance to the Music”, de 1967; Bleachers com a versão da faixa “Instant Karma!”, de John Lennon, de 1970; e Phoebe Bridgers interpretando o single de 1972 do The Carpenters, “Goodbye To Love”.

Confira abaixo outras curiosidades sobre o filme.



1. A trilha sonora já está disponível nas principais plataformas digitais: https://umusicbrazil.lnk.to/MinionsTheRiseOfGruPR



2. O clipe da música “Turn Up The Sunshine”, interpretada por Diana Ross e Tame Impala, já está com mais de 3.3 milhões de visualizações no Youtube: https://www.youtube.com/watch?v=v323ol9siTU.



3. Uma grande referência e inspiração para Minions 2: A Origem de Gru foram os filmes de comédias de kung fu dos anos 1970, como “36ª Câmara de Shaolin” com suas armas e ferramentas;



4. Os criadores do filme conseguiram criar um time de vilões que fosse legal e engraçado ao mesmo tempo – são eles o novo sexteto de supervilões conhecido como Vicious 6;



5. Otto, o novo Minion de Minions 2: A Origem de Gru, parece um estrangeiro entre os próprios Minions, porque ele fala demais e é um pouco diferente do resto deles. Ele foi pensado para representar qualquer pessoa que já se sentiu excluído do grupo das crianças “descoladas”.



6. Algumas sequências no filme prestam homenagem ao gênero e ao grande trabalho de artistas como Jackie Chan, em “O Mestre Invencível”, e Stephen Chow em “Kung-Fusão” e “Kung Fu Futebol Clube”.



Minions 2: A Origem de Gru está em cartaz nos cinemas de todo o país. Para mais informações sobre a programação e ingressos, consulte os cinemas da sua cidade.Músicas da Trilha Sonora:

1. Turn Up The Sunshine – Diana Ross ft. Tame Impala

2. Shining Star – Brittany Howard ft. Verdine White (Earth, Wind & Fire, 1975)

3. Funkytown – St. Vincent (Lipps Inc in 1979)

4. Hollywood Swinging – BROCKHAMPTON (Kool & The Gang, 1974)

5. Desafinado – Kali Uchis (Stan Getz & Joao Gilberto, 1959)

6. Bang Bang – Caroline Polachek (Nancy Sinatra, 1966)

7. Fly Like an Eagle – Thundercat (Steve Miller Band, 1976)

8. Goodbye To Love – Phoebe Bridgers (The Carpenters, 1972)

9. Instant Karma! – Bleachers (John Lennon, 1970)

10. You’re No Good – Weyes Blood (Linda Ronstadt, 1975)

11. Vehicle – Gary Clark Jr. (The Ides of March, 1970)

12. Dance to the Music – H.E.R. (Sly and The Family Stone, 1967)

13. Black Magic Woman – Tierra Whack (Santana, 1970)

14. Cool – Verdine White

15. Born To Be Alive – Jackson Wang (Patrick Hernandez, 1979)

16. Cecilia – The Minions (Simon & Garfunkel, 1970)

17. Bang Bang – G.E.M. (Nancy Sinatra, 1966)

18. Kung Fu Suite – RZA

19. Minions: The Rise of Gru Score Suite – Heitor Pereira

Trailer no YouTube



Sobre o filme

Chegou para essas férias o mais novo episódio da maior franquia global de animação do cinema, com a história de origem do maior supervilão do mundo, revelando como ele conheceu seus icônicos Minions, forjou a equipe mais malvada da telona e enfrentou uma das forças do crime mais invencíveis em Minions 2: A Origem de Gru.



Nos anos 1970, muito antes de se tornar o mestre do mal, Gru (Steve Carell, indicado ao Oscar) é apenas um garoto de 12 anos, morando em um subúrbio e planejando dominar o mundo de seu porão, sem muito sucesso até agora. Quando Gru cruza o caminho dos Minions, incluindo Kevin, Stuart, Bob e Otto – um novo Minion de aparelho nos dentes e uma necessidade desesperada de agradar, eles formam uma família inusitada. Juntos, constroem seu primeiro esconderijo, projetam suas primeiras armas e unem suas forças para executar suas primeiras missões.Quando o infame supergrupo de supervilões, Vicious 6, expulsa seu líder – o lendário lutador de artes marciais Wild Knuckles (Alan Arkin, vencedor do Oscar) – seu mais devotado fã, Gru, decide fazer uma entrevista para ocupar a vaga. O Vicious 6 não dá corda para o diminuto aspirante a vilão, mas Gru os engana (e enfurece), tornando-se, de repente, o inimigo mortal da maior gangue do mal. Com Gru em perigo, os Minions tentam dominar a arte do kung fu para ajudar a salvá-lo, e Gru descobre que até os bandidos precisam de uma ajudinha de seus amigos.



Com a ação mais espetacular de todos os filmes da Illumination e altas doses do humor subversivo característico da franquia, Minions 2: A Origem de Gru traz um elenco sensacional. No Vicious 6, Taraji P. Henson é a líder descolada e confiante Belle Bottom, cujo cinto de correntes funciona como um globo de discoteca letal; Jean-Claude Van Damme é o niilista Jean Clawed, armado (literalmente) com uma garra robótica gigante; Lucy Lawless é Nunchuck, cujo hábito de freira esconde seus mortais bastões nun-chuck; Dolph Lundgren é o campeão sueco de patins Svengeance, que elimina seus inimigos com chutes giratórios de seus patins afiados; e Danny Trejo é Stronghold, cujas mãos de ferro gigantes são uma ameaça para os outros e um fardo para ele próprio.



O filme também é estrelado por Russell Brand, como o jovem Dr. Nefario, aspirante a cientista maluco; Michelle Yeoh como Master Chow, acupunturista com uma habilidade insana no kung fu; e a atriz vencedora do Oscar, Julie Andrews, como a mãe absurdamente egocêntrica de Gru.Tendo à frente os criadores originais da franquia, Minions 2: A Origem de Gru foi produzido pelo visionário fundador e CEO da Illumination, Chris Meledandri, e seus colaboradores de longa data, Janet Healy e Chris Renaud. A direção é de Kyle Balda (Meu Malvado Favorito 3, Minions), com codireção de Brad Ableson (Os Simpsons) e Jonathan del Val (Pets – A Vida Secreta dos Bichos), e a animação traz ainda a dublagem inconfundível de Pierre Coffin para os Minions e uma trilha sonora matadora dos anos 1970, cortesia do lendário produtor musical vencedor do Grammy, Jack Antonoff.

Tags

Busca

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Anália Franco: 11 99568-7320
Morumbi: 11 93040-2110

Escola de Teatro

Agende uma aula experimental
Whatsapp 11 96591 9915

Sampa com Família

Parceiros

Facebook

Arquivos

Quem Escreve

Ana Paula

Sou Ana Paula Alcântara Porfírio, trabalho em horário integral como mãe, sou casada, com um príncipe chamado Júnior, tenho dois filhos a Manuella e o Arthur, que fazem meus dias mais felizes!

Vou dividir com vocês nossos passeios, dicas de programas com crianças, experiências e sentimentos da maternidade!