Grande Montanha de Pequenos Poemas: poesia para crianças

Em uma era com tantos estímulos tecnológicos e digitais, como apresentar a beleza da poesia para crianças de todas as idades? Com muitas atividades: exercícios inspirados nas artes marciais, música para brincar, oficina de desenho para estimular as energias e para estimular a criatividade e um divertido recital colaborativo.

A ideia surgiu de Marina Pechlivanis e Nicole Kouts, mãe e filha, praticantes de artes marciais. “Como cada poema de Grande Montanha de Pequenos Poemas é um enigma ilustrado, inspirado nos koans zen, com desafios cuidadosamente preparados para despertar sensações na mente e no coração, pensamos: que tal levar esta experiência para os movimentos do corpo? A poesia foi e é um brinquedo mágico e transformador na minha vida, desde a infância” diz Marina Pechlivanis, “e nossa proposta é levar esta possibilidade para as crianças de hoje, de forma interativa e integrada às artes marciais, afinal a montanha, além das letras, palavras e poemas, está presente em vários movimentos do Tai Chi Chuan e do Qi Gong”.

Para Nicole Kouts, ilustradora e idealizadora do conceito gráfico do livro, “queremos colocar as ilustrações em prática, e assim despertar sensações: espaços, cores, formas, traços, ritmos, gestos, todos inclusivos e participativos, estimulando as crianças a se movimentarem, desenharem e escreverem também, inclusive no livro, fazendo parte da história.”

A data escolhida para esta celebração não foi por acaso: o Dia Mundial do Tai Chi e Qi Gong, 29/04, assim como a definição do espaço: o Shaosheng Centro de Cultura Oriental, que oferece cursos de artes marciais e cultura oriental, além de medicina chinesa. A proposta de fazer uma iniciativa aberta às famílias proporciona integração e experimentação. “o Tai Chi é uma potente arte e um belíssimo instrumento para integração. Possibilitar que a família se reunia e experimente movimentos sutis, suaves, fortes e vigorosos aliados a escuta poética revelará a todos que somos incompletude e que precisamos dos outros e de muitos outros para nos tornamos completos”. explica Laoshi Gil Rodrigues Professor de Tai Chi Chuan e um dos fundadores do Shaosheng:

Para Eduardo Lacerda, fundador da Editora Patuá, “este formato de evento proporciona algo raro hoje em dia: vivenciar a poesia. E fala diretamente com o leitor infantil, permitindo a diversão e a brincadeira e estimulando o convívio na própria família e entre famílias.”

Programação:
29/04, das 14h30 às 16h30
Rua Jaguaribe, 466 – Santa Cecília, SP
Evento gratuito
Informações: 11 970462116

  • Fundamentos do Tai Chi Chuan e a conexão dos movimentos com as montanhas, para adultos e crianças, com a participação dos professores Gil Rodrigues e Julia Ruiz
  • Musicalização poética: recitando e brincando com os sons com a participação do gaitista Chrys Kouts.
  • Oficina de desenho: estimulando a energia e o poder de colocar ideias no papel.
  • Sessão de autógrafos Grande Montanha de Pequenos Poemas, inspirado nos koan zen, publicado pela Editora Patuá, escrito por Marina Pechlivanis e ilustrado por Nicole Kouts, alunas da Shaosheng.

Sobre as autoras:
Marina Pechlivanis: Autora dos livros de poemas Holocosmo: o mundo que me órbita e Malabares (Patuá), e de Miralua, Raptos de uma Noite, com prefácio do poeta Mario Chamie. Para o universo infanto juvenil, escreveu O Guardador de Palavras e Tuik: o Amigo Imaginário (Saraiva) e fez a adaptação do grego O Guarda-Chuva do Palhaço (Globo). Na área de negócios, é autora de Gifting, Economia das Dádivas: o Novo Milagre Econômico e Gestão Sistêmica para um Mundo Complexo (AltaBooks) e de Gestão de Encantamento Dicas Mágicas e Como a Mágica Acontece (Reflexão), entre outros. É sócia da Umbigo do Mundo Comunicação, mestra em Comunicação e Práticas de Consumo, professora de pós-graduação, mentora e idealizadora da Educação para Gentileza e Generosidade (gentilezagenerosidade.org.br), com materiais para escolas e famílias.
Nicole Kouts: Artista multimídia, participou de coletivos de publicação independente e blogs de ilustração, como Raptos e Traços (2013) e Loki (2014). No teatro, atuou na Santa Cia. (2015) como artista gráfica e performer. Ilustrou a capa dos álbuns Em Ritmo de Mudança (2015) e Quaresma (2022), do músico Jota P., os livros Malabares (2017) e Holocosmo: o mundo que me órbita (2020), de Marina Pechlivanis (Patuá), além de diversos cartazes para espetáculos e feiras culturais. É graduada em Artes Visuais, com pós-graduação em Cenografia e Figurino e formação livre em Direção de Arte. Desenvolve pesquisas e projetos que abrangem a interlocução entre mídias analógicas e digitais. Integrou exposições e festivais em mais de 20 países, em espaços como Centre Pompidou e The Wrong Biennale. (www.nicolekouts.com)

Sobre o livro Grande Montanha de Pequenos Poemas:
A proposta da dupla em seu terceiro livro pela Patuá (também assinam Malabares e Holocosmo: o mundo que me órbita) é trazer poesia para as crianças de todas as idades, em forma de texto e em forma de arte. “Somos mãe e filha fascinadas por palavras, imagens, histórias e memórias. E por montanhas. Acreditamos que as montanhas, de todos os tamanhos, escondem segredos. Uma cidade perdida, que ficou esquecida. A cratera de um vulcão extinto, com um lago misterioso. Muitos picos gelados de neve, que ninguém alcança. Um mosteiro no silêncio onde toca um sino. O eco, que multiplica a voz do vento. Uma cachoeira com suas brumas místicas. Medo, encanto, assombro e sonho. Alegria, surpresa, poesia. Tudo isso estava guardado nos nossos olhos… Mas que graça tem colecionar isso tudo só́ para nós? Foi por isso que tomamos uma decisão: compartilhar a nossa grande montanha de pequenos poemas com você̂.”
Informações:
https://www.editorapatua.com.br/grande-montanha-de-pequenos-poemas-de-marina-pechlivanis—ilustracoes-de-nicole-kouts/p

Sobre a Shaosheng:
O Shàoshèng Centro de Cultural Oriental, fundado em agosto de 2015, tem se consolidado como um espaço para o desenvolvimento integral do ser humano, por meio da oferta de aulas, cursos e palestras sobre artes marciais e cultura chinesa e com atendimento de medicina tradicional chinesa.
Sua atuação está alicerçada nos princípios da ética, respeito, honradez e, sobretudo no ensino das artes tradicionais chinesas (Kung fu, Tai Chi Chuan e Chi Kung) como um instrumento para educação e, por conseguinte, um instrumento para o desenvolvimento de valores, virtudes e pessoas com a verdadeira intenção de transformação social.

Sobre a Editora Patuá:
A Editora Patuá – Livros são amuletos – é uma alternativa no mercado editorial: com o objetivo principal de publicar bons autores e autoras que ainda não encontraram espaço nas grandes editoras, mas que também não desejam pagar pela edição da própria obra, pretendemos apresentar ao público livros com excelente qualidade gráfica e, sobretudo, literária. Iniciamos nossas atividades editoriais em fevereiro de 2011 e, após onze anos de muito trabalho e mais de 1700 títulos publicados, nos estabelecemos como uma das principais editoras independentes do país, conquistando três vezes o Prêmio São Paulo de Literatura, três vezes o Prêmio Jabuti, o Prêmio Açorianos, o Prêmio AGES, duas vezes o Prêmio Guavira, o Prêmio Minuano e o prêmio Casa de las Américas, e deixando autores e autoras finalistas e semifinalistas do principais prêmios literários do país.

Tags

Busca

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Anália Franco: 11 99568-7320
Morumbi: 11 93040-2110

Escola de Teatro

Agende uma aula experimental
Whatsapp 11 96591 9915

Sampa com Família

Parceiros

Facebook

Arquivos

Quem Escreve

Ana Paula

Sou Ana Paula Alcântara Porfírio, trabalho em horário integral como mãe, sou casada, com um príncipe chamado Júnior, tenho dois filhos a Manuella e o Arthur, que fazem meus dias mais felizes!

Vou dividir com vocês nossos passeios, dicas de programas com crianças, experiências e sentimentos da maternidade!