Sesc Casa Verde confira espaços e programação

No próximo dia 27 de outubrosexta-feira, o Sesc Casa Verde inicia suas atividades no número 327 da avenida de mesmo nome. O novo endereço do Sesc na Zona Norte – que desde 2005 já marca presença em Santana – vai ocupar o imóvel que até recentemente servia de sede administrativa da rede varejista Riachuelo. A chegada da instituição representa uma ressignificação cultural e desportiva para a área. Uma nova opção de convívio e de descobertas aos moradores de uma região tradicional da capital que compreende o bairro da Casa Verde e todo o seu entorno expandido, como os distritos da Cachoeirinha e do Limão. Somada a população, são mais de 310 mil habitantes, de acordo o último Censo do IBGE, que agora terão uma nova referência em cultura, lazer e esporte para usufruírem.

Situado em uma das áreas mais antigas da cidade que começou a ser ocupada ainda no século 17, o Sesc Casa Verde vai contar, nessa fase inicial, com uma grande praça de 2.450 m² ao ar livre para descanso, lazer, atividades artísticas e práticas esportivas, uma área de convivência em frente ao verde para leitura e contemplação, espaço expositivo e uma arena aberta de 150 lugares para apresentações, debates e ações esportivas.

Completam a lista de serviços as salas para práticas corporais, para práticas manuais, tecnologias e artes em geral, espaços de leitura, de brincar, jogos e vivências para crianças, um ambiente de apoio para bebês e ainda uma cafeteria e Loja Sesc. Um bicicletário também estará à disposição do público. A expectativa é receber cerca de 7 mil pessoas por semana.

OS ESPAÇOS DO SESC CASA VERDE – FASE INICIAL

Praça Externa

Uma área ao ar livre com 2.450 m² para brincar e descansar, onde também há espaço para lazer em grupo, atividades artísticas e práticas esportivas.

Área de Convivência

Espaço para convivência, descanso, leitura e contemplação, em frente a área verde.

Espaço Expositivo

Destinado à apresentação de projetos expositivos, podendo receber também atividades de mediação, debates, cursos e oficinas.

Espaço de Brincar

Dedicado para crianças de até 6 anos e seus responsáveis, o ambiente incentiva diversas brincadeiras e a interação entre os pequenos frequentadores.

Sala de Apoio do Espaço de Brincar

Espaço com poltrona para amamentação, micro-ondas, purificador de água, fraldário e sanitário familiar.

Arena

Área destinada para apresentações artísticas, debates e atividades esportivas.

Sala de Manualidades

Dedicada a práticas ligadas às artes plásticas, aos trabalhos manuais e artesanais, tecnologias e artes em geral.

Sala Corporeidades

Local reservado a práticas corporais, como aulas de yoga e alongamento, e oficinas de expressão nas mais diversas linguagens – dança, literatura, música, teatro, circo e performance.

Sala Diálogos

Espaço adequado para bate-papos, apresentações audiovisuais, dinâmicas em grupos, atividades reflexivas e teóricas.

Sala Ludicidade

Espaço de jogos, oficinas e vivências para crianças acima de seis anos.

Espaço de Leitura

Jornais, revistas, almanaques, gibis e livros adultos e infantis estão disponíveis para consulta no local, um convite para sentar e apreciar uma boa leitura.

Cafeteria 

Em um ambiente acolhedor, de onde é possível contemplar o pôr-do-sol, a cafeteria oferece opções de bebidas quentes e frias, salgados assados, frutas e doces.

Loja Sesc

É onde estão à venda livros e publicações, CDs, DVDs, além de uma linha especial de produtos que fazem referência às ações do Sesc, à arquitetura de seus espaços e ao Acervo Sesc de Arte Brasileira.

Central de Atendimento

Espaço de acolhimento e apresentação dos serviços, programas e atividades do Sesc, onde é possível fazer o credenciamento, inscrições, compra de ingressos, além de obter informações e tirar dúvidas.

Acessibilidade

Banheiros adaptados no Galpão e na Praça Externa, espaços reservados na Arena e no estacionamento.

DESTAQUES DA PROGRAMAÇÃO

No início de suas atividades, o Sesc Casa Verde procura dialogar com as raízes do bairro, e todo o seu entorno por meio de sua programação em diversas linguagens. Das tradições da cultura afro-brasileira que abarcam as diferentes manifestações religiosas, passando pela música, a dança e as artes cênicas tradicionais das regiões norte e nordeste do país, incluindo o folclore e a cultura dos povos originários. Essa proposta também se estende para as atividades físico-esportivas.

Fim de semana 27, 28 e 29 de outubro

No dia 27 de outubro (sexta-feira), o público poderá visitar a exposição Festas, Sambas e Outros Carnavais. A mostra destaca, por meio das festas brasileiras, a importância das artes e culturas populares e promove um diálogo entre essas manifestações de 10 estados brasileiros, mais as do bairro da Casa Verde. Tudo isso com textos de 25 autores convidados, seis filmes, um jogo interativo e série de imagens de cinco fotógrafos de diferentes gerações, com destaque para os cariocas Walter Firmo (1937) e Ratão Diniz (1984). 

A exposição estará distribuída em dois núcleos, um deles o Abre alas, dedicado ao bairro paulistano berço do samba que reunirá retratos em grande escala de moradores que marcaram a história da comunidade de Casa Verde, entre representantes de agremiações, dirigentes espirituais, sambistas e ancestrais que deixaram importante legado histórico. O pintor e escultor João Cândido da Silva (1933), conhecido como Cachimbo e um dos fundadores da escola de samba Unidos do Peruche, terá uma sala dedicada ao seu trabalho.

Idealizadores da mostra, Angela Mascelani e Lucas Van de Beuque, ambos diretores do Museu do Pontal (RJ), assinam a curadoria juntamente com Tadeu Augusto Matheus, mais conhecido como Tadeu Kaçula, sambista, sociólogo e pesquisador, responsável pelo núcleo Casa Verde da exposição. O trabalho de pesquisa resultou na seleção de artistas e obras, principalmente dos acervos do Museu do Pontal (RJ), mas também dos colecionadores particulares Edmar Pinto Costa e Analu Cunha e do Centro de Referência do Artesanato Brasileiro (RJ). A mostra ficará em cartaz até 18 de fevereiro de 2024 e a entrada é gratuita.

Na sexta-feira (27), às 11h30, o visitante também poderá se surpreender e se divertir com a intervenção circense Brincadeira de Mateus, que mescla danças típicas do norte e nordeste brasileiros, como o carimbó (Pará), cacuriá (Maranhão) e cavalo-marinho (Paraíba e Pernambuco), com versos, toadas e muito forró. Será um grande balaio de alegria que se repete no domingo (29).

Para encerrar o primeiro dia de atividades do Sesc Casa Verde, a partir das 16h30, o público é convidado a participar de uma grande Roda de Samba com o Quintal da Xika, com um repertório repleto de clássicos do samba.

O sábado (28), começa com um cortejo do grupo Afoxé Ilê Omo Dada em ato simbólico de lavagem da principal via de circulação do público, chamada Rua da Convivência, nas dependências internas da unidade, para abrir os trabalhos e purificar os caminhos. O cortejo está marcado para às 11h30.

E quem passar pelo novo endereço do Sesc no período da tarde, vai se sentir no Sambódromo do Anhembi e se emocionar com o tradicional Encontro de Pavilhões. Uma grande celebração marcada para às 16h, vai reunir integrantes das escolas de samba paulistano como da Unidos do Peruche, Mocidade Alegre, Morro da Casa Verde, Império de Casa Verde, Rosas de Ouro, Camisa Verde e Branco e Acadêmicos do Tucuruvi. Os pavilhões representam a identidade e a história de cada comunidade e quando se reúnem, aproveitam para demonstrar todo o respeito que preservam com atos de reverência entre as escolas de samba.

Ainda no sábado, o público poderá participar de oficinas de manualidades tradicionais e populares, como a de confecção de Boneco Enfeitado de Bumba Meu Boi, atividade que começa às 10h30 e será finalizada com dança; e às 14h30 tem a de produção de Chapéus do Palhaço Mateus, com personagem de diversas manifestações brasileiras, como a brincadeira de Cavalo Marinho e Folia de Reis.

Fechando o primeiro fim de semana de programação, no domingo (29), às 14h30, tem a oficina Faça Seu Guarda-Chuva de Frevo, que vai produzir o principal adereço desta dança folclórica típica do carnaval de rua do Brasil. Em esportes e atividade física, tem Capoeira com vivência dos movimentos e apresentação do jogo entre mestres e contramestres – atividade que se estende por todo o mês de novembro, sempre aos sábados e domingos.

Mais tarde, às 16h30, tem o espetáculo de teatro Noite de Brinquedo no terreiro de Yayá, com o grupo Clã do JabutiMaria. A história traz uma menina rainha e guerreira do reino de Entremundos que está prestes a viver um dos momentos mais desafiadores de sua vida: entregar sua coroa de reisado e conquistar outro lugar nesse tradicional folguedo. Não bastasse o desafio de crescer, coisas estranhas acontecem no terreiro de Yayá, sua Avó, o que convoca a menina a uma jornada pelo sertão.

A programação completa com os dias e horários das atividades está disponível na página do Sesc Casa Verde na internet.

Serviço

Sesc Casa Verde

Início das atividades: 27 de outubro, sexta-feira, às 10 horas

Horários de funcionamento da unidade: terça a sexta-feira, 10h às 19h; sábados, domingos e feriados, 10h às 18h

Endereço: Avenida Casa Verde, 327, São Paulo – SP

Bilheteria: terça a sexta, 10h às 18h30; sábados, domingos e feriados, 10h às 17h30.

Bicicletário: necessário trazer corrente e cadeado e apresentar documento com foto.

Como chegar

Ônibus: partindo da estação Santana da linha 1-Azul do metrô, há opções de ônibus que desembarcam na Rua Valdemar Martins, 116, que fica a 300 metros da Unidade, como as linhas 177H-10, 177H-21 e 971V-10. O trajeto dura 20 minutos.

Ônibus que desembarcam na Rua Leão XIII, 690, que fica a 400 metros da Unidade, como as linhas 971A-10 e 175P-10. O trajeto dura 20 minutos.

Da estação Palmeiras-Barra Funda da linha2-Vermelha do metrô, parte a linha de ônibus 175P-10, com desembarque na Rua Leão XIII, altura 621, que fica a 500 metros da Unidade. O trajeto dura 40 minutos.

Metrô: aproximadamente 20 minutos da estação Santana da linha 1-Azul e a 40 minutos da estação Palmeiras-Barra Funda da linha 2-vermelha, utilizando transporte público.

Tags

Busca

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Anália Franco: 11 99568-7320
Morumbi: 11 93040-2110

Escola de Teatro

Agende uma aula experimental
Whatsapp 11 96591 9915

Sampa com Família

Parceiros

Facebook

Arquivos

Quem Escreve

Ana Paula

Sou Ana Paula Alcântara Porfírio, trabalho em horário integral como mãe, sou casada, com um príncipe chamado Júnior, tenho dois filhos a Manuella e o Arthur, que fazem meus dias mais felizes!

Vou dividir com vocês nossos passeios, dicas de programas com crianças, experiências e sentimentos da maternidade!