The Town 2023: Cidade da Música terá aço Gerdau 100% reciclável

A primeira edição do The Town está a poucos meses de acontecer. Para colocar de pé uma Cidade da Música que será totalmente inspirada em São Paulo, o festival anunciou hoje que usará 300 toneladas de aço Gerdau 100% reciclável para moldar estruturas fixas e temporárias, incluindo equipamentos de entretenimento e fundação de edificações e infraestrutura do autódromo.

A novidade foi revelada em São Paulo (SP), na manhã desta terça-feira (30), em evento promovido pela Gerdau que reuniu jornalistas, influenciadores e convidados, com a participação de Gustavo Werneck, CEO da Gerdau; Luis Justo, CEO da Rock World; Roberta Medina Chief Brand Reputation Officer, da Rock World; Edu Lyra, CEO e Fundador da Gerando Falcões; e a cantora IZA, novam embaixadora de sustentabilidade da Gerdau e que fez um pocket show no local.  

Essa é uma parceria que vem desde a última edição Rock in Rio, em 2022, em que a Gerdau ajudou a erguer o maior palco da história do festival carioca, com um visual imponente e ainda mais moderno, com uma megaestrutura de 104 metros de frente e 30 metros de altura, feito com aço 73% de aço reciclado, e mais de 200 toneladas de aço, o equivalente à produção de 200 carros populares. Luis Justo, CEO da Rock World, destaca como encontrou na Gerdau um parceiro disposto a construir essa nova história trazendo impacto positivo tanto para o meio ambiente como para a sociedade. “Nós, do The Town, temos o grande privilégio de escolher parceiros com os mesmos valores que os nossos e a Gerdau é um deles. Nossa parceria começou no ano passado, no Rock in Rio de 2022. Para o The Town, estamos muito felizes e honrados de estar construindo um projeto mágico com a Gerdau – um parceiro que sonha junto com a gente e está conectado ao nosso propósito – para o maior festival que São Paulo já recebeu”, afirma Luis Justo. 

A Gerdau também parceira do projeto Favela 3D – ao lado do The Town, Gerando Falcões, Fundação Grupo Volkswagen e Estado e Prefeitura de São Paulo –, que visa interromper o ciclo de pobreza da Favela Haiti, em São Paulo, por meio de uma metodologia escalável e sustentável que está sendo implementada para o desenvolvimento da comunidade. Com o projeto, 290 famílias (o que equivale a cerca de mil pessoas) estão sendo impactadas por ações que promovem o fortalecimento comunitário, empregabilidade, empreendedorismo, capacitações profissionais e acompanhamento individualizado das famílias até dezembro de 2024. 

Para Roberta Medina, Chief Brand Reputation Officer da Rock World, essa é uma parceria que vai além da música e está em conexão com o propósito “Por Um Mundo Melhor” – nascido no Rock in Rio e que, agora, chega com tudo no The Town –, conectando pessoas pela música e ajuda a impactar vidas a partir de causas. “Acreditamos que, transformando o nosso entorno, a gente transforma o mundo. E sabemos quais são as nossas armas pra isso: a mobilização por um mundo melhor. É por meio do nosso canhão de comunicação que espalhamos nossa mensagem para o mundo e que engajamos nossos parceiros e nosso público em cada uma das iniciativas que abraçamos. Queremos inspirar novos acordos entre governo, iniciativa privada e ONGs e sociedade civil para interromper o ciclo de pobreza social no país e mostrar que tem jeito.” comenta Roberta Medina. 

As cerca de 330 toneladas de aço Gerdau (o equivalente a mais de 400 carros populares) utilizadas em estruturas fixas e temporárias são infinitamente recicláveis.  A Gerdau é a maior recicladora de sucata da América Latina e produz aço emitindo menos da metade da média mundial de gases de efeito estufa em relação ao setor de aço. Além disso, é um produto versátil, flexível e com todas as características necessárias para uma construção rápida e segura. “Estamos orgulhosos em levar o aço Gerdau 100% para o maior festival de música da história de São Paulo, reforçando o nosso compromisso em construir um futuro ainda mais sustentável e impactar positivamente as regiões em que atuamos. O mesmo aço que tem um papel essencial na geração de empregos e renda e faz parte das soluções aos desafios de construção, mobilidade e sustentabilidade do mundo também estará presente em um dos espaços mais simbólicos da capital paulista, o Autódromo de Interlagos”, explica o diretor-presidente (CEO) da Gerdau, Gustavo Werneck. 

Produto Social  

Outra novidade detalhada no evento foi o lançamento do chaveiro Gerdau e Gerando Falcões, que será vendido no espaço da marca dentro da Cidade da Música Produzido a partir de aço Gerdau 100% reciclável, o chaveiro representa a Favela do Haiti, localizada na Zona Sudeste de São Paulo. Toda a renda gerada a partir da sua venda será revertida para projetos de desenvolvimento da comunidade. É de lá também o biscoito polvilho servido para todos os presentes.  

“O Favela 3D tem como prioridade levar dignidade, digitalização e desenvolvimento às favelas do Brasil, promovendo a transformação total do território, e é um grande orgulho para nós receber o apoio de Gerdau e The Town para a superação da pobreza na Favela Haiti”, explica Edu Lyra, CEO e Fundador da Gerando Falcões. 

“Estamos muito felizes em contribuir com um projeto que impactará de forma transversal e positiva a vida de 290 famílias que moram na Favela do Haiti, o que reforça o compromisso da Gerdau de ser parte das soluções aos desafios da sociedade, como a questão da habitação, que é um dos pilares estratégicos da nossa atuação social. Mas cabe destacar que o produto social é apenas uma parte de uma ação muito maior”, afirma Werneck. Ao lado da ONG Gerando Falcões, The Town, Fundação Grupo Volkswagen e Vozes da Periferia, a Gerdau, parceira da Gerando Falcões em outras regiões do País, é uma das apoiadoras do projeto Favela 3D, que impactará a Favela do Haiti. A iniciativa busca promover o fortalecimento comunitário, empregabilidade, empreendedorismo, capacitações profissionais e acompanhamento individualizado das famílias até dezembro de 2024. 

Com três dos cinco dias de festival já esgotados, público ainda pode adquirir ingressos para datas em que Post Malone e Maroon 5 são headliners do Skyline  

Os fãs do The Town já podem garantir seu lugar e entrar para a história do festival. Com os dias em que Post Malone e Maroon 5 ainda disponíveis para venda, o público pode adquirir ingressos por R$ 815 a inteira e R$ 407,50 a meia-entrada e sem a cobrança de taxas adicionais. Pode ser efetuada a compra de até 04 (quatro) ingressos por dia de festival por CPF, sendo no máximo 01 meia-entrada por dia, por CPF. Os clientes que adquirirem meia-entrada terão que inserir no próprio site todas as informações referentes ao documento que comprove tal condição, para posterior validação, assim como será necessário apresentá-lo no acesso à Cidade da Música, no dia do evento. O pagamento pode ser feito apenas por cartão de crédito. O valor pode ser parcelado em até 6 (seis) vezes sem juros. Já os clientes que efetuarem o pagamento com cartões de crédito Itaú, Credicard ou Iti podem parcelar a compra em até 8 (oito) vezes sem juros. 

2 de setembro: Post Malone, Demi Lovato, Iggy Azalea, MC Cabelinho, MC Hariel, MC Ryan SP, Racionais MCs & Orquestra Sinfônica de Heliópolis, Criolo & Planet Hemp, Orochi & Azzy, Tasha e Tracie & Karol Conka, Teto, Caio Luccas, Kayblack, Urias, Esperanza Spalding, Hermeto Pascoal, São Paulo Big Band, Alma Thomas, Batekoo Aka Freshprincedabahia X Jujuzl X Kiara X Mirands, Tropkillaz “10 Anos”, Osgemeos, “Uma Experiência”, Deekapz X Vhoor Klean Vs Klap, Forro Red Light e o Baile Encanado (Com Mestre Nico, Ella Voa E Furmiga Dub). 

3 de setembro: ESGOTADO  

7 de setembro: Maroon 5, The Chainsmokers, Liam Payne, Ludmilla, Ne-Yo, Masego, Angelique Kidjo, Maria Rita, Marvvilla, Afrocidade, Larissa Luz, Hodari, Stanley Jordan, Ivan Lins, São Paulo Big Band, Paula Lima, Gop Tun vs 28room vs Diogo Strausz Live feat Julia Mestre, Shermanology, Kerri Chandler Live, Natasha Diggs Live Horn, L_cio Plants Live, Afterclapp x Shigara x Xaxim. 

9 de setembro: ESGOTADO 

10 de setembro: ESGOTADO 

The Town já nasce gigante 

Dos mesmos criadores do Rock in Rio, The Town estreia na grande metrópole no dia 2 de setembro de 2023, e segue durante os dias 3, 7, 9 e 10, no Autódromo de Interlagos, em uma área de 360 mil m2, que será totalmente renovada. O novo festival já se posiciona como um evento de grande relevância, não apenas para a capital paulista, como também para todo o Brasil e já soma mais de 535 mil seguidores em suas redes sociais, lançadas há poucos meses.   

Com previsão para receber cerca de 500 mil pessoas em mais de 235 horas de música, a Cidade da Música contará com seis palcos, onde o público poderá imergir em novas e inesquecíveis experiências. Com cenografia inspirada em ícones da arquitetura paulistana e apresentando uma diversidade única de ritmo e união de tribos, The Town chega a São Paulo com apoio, força e empoderamento de gente grande. De acordo com uma pesquisa realizada pela Fundação Getúlio Vargas, está previsto um impacto econômico de R$1.7 bilhão, o maior já visto na capital, além de gerar mais de 19 mil empregos diretos.  

Uma Cidade que não dorme: The Town oferece entretenimento para todos    

Com Post Malone, Maroon 5, Foo Fighters, Bruno Mars, Demi Lovato, Iggy Azalea, MC Cabelinho, MC Hariel, MC Ryan SP, Bebe Rexha, Alok, Luísa Sonza, The Chainsmokers, Liam Payne, Ludmilla, Queens Of The Stone Age, Garbage, Pitty, H.E.R., Kim Petras, Iza, Racionais & Orquestra Sinfônica Heliópolis, Criolo & Planet Hemp, Orochi & Azzy, Tasha e Tracie & Karol Conka, Seu Jorge, Leon Bridges, Ney Matogrosso, Matuê, NE-YO, Masego, Angélique Kidjo, Maria Rita, Wet Leg, Barão Vermelho convida Samuel Rosa, Detonautas, Terno Rei convida Fernanda Takai e Mahmundi, Jão, Gloria Groove, Pabllo Vittar convida Liniker e Jup do Bairro, Marina Sena canta Gal Costa, entre outros já confirmados no line-up, a nova Cidade da Música contará com espaços onde o público poderá usufruir da representação de elementos e locais emblemáticos da cidade. 

O palco Skyline é inspirado nos grandes prédios da cidade paulista e é nele que artistas do mundo inteiro irão compor as quatro atrações do dia. O palco The One, será onde a música vai além da música. Com grandes artistas e uma cenografia de tirar o fôlego, inspirada nos museus de arte de São Paulo, os mais de 30 telões de LED que compõe o palco se transformarão em uma verdadeira experiência imersiva, prometendo um show à parte e entregando uma incrível experiência para o público. O palco também vai promover grandes encontros, dar luz a artistas de renome e provocar debates e reflexões. 

Do Rio para São Paulo, o New Dance Order estará dedicado à música de pista, passando pelos gêneros house, techno, trance, bass e trap. Tão especial quanto os outros palcos, The Town também conta com a São Paulo Square, espaço inspirado na região em que a cidade foi fundada. Ali se reunirão alguns dos seus principais ícones históricos da arquitetura da cidade. 

O festival também traz também os antigos galpões das fábricas para o palco Factory. O espaço terá o mood da cultura urbana com performances de street dance e shows de trap, hip hop e rap. Também não poderia faltar um espaço gastronômico que traz toda a diversidade da culinária paulista — o Market Square e, para completar a experiência, o festival abrigará também a Área VIP, espaço climatizado com buffet assinado por renomado chef e bar exclusivo. 

Como num túnel do tempo, um dos locais mais encantadores e concorridos para cliques, selfies e totalmente “instagramável” do irmão carioca do The Town, o Rock in Rio, desembarca diretamente na Cidade da Música – a Rota 85. O espaço é dedicado ao ano que o Rock in Rio ganhou vida, 1985, e colocou o Brasil na rota dos shows internacionais, e estará em total sinergia com o The Town, que realiza sua primeira edição este ano.  

O novo e maior festival de São Paulo também terá o “The Town – O Musical”. A produção inédita e concebida exclusivamente pelo time criativo de The Town — um “Originals” — tomará conta de um enorme Domo de 50 metros de diâmetro na Cidade da Música. Com criação de Roberto Medina, direção musical de Zé Ricardo, o festival dá vida a um novo espetáculo, que tem roteiro e direção artística de Charles Möeller. No espetáculo, o público vai ver de perto a história de um músico do interior de São Paulo que, ao ver na TV o anúncio de um novo festival, decide fazer as malas e embarcar em uma jornada pessoal, cultural e artística que o leva pelos diferentes bairros, ruas e cenários da capital, explorando cada recanto e cada ritmo que compõem a diversidade cultural paulistana.   

Brinquedos gigantes e radicais estarão presentes na Cidade da Música, trazendo toda uma atmosfera mágica de parque de diversões para o local. Durante todos os dias do The Town, os fãs vão se divertir com a Roda Gigante, aproveitando a vista panorâmica da Cidade da Música; com o Megadrop e a Montanha Russa, as atrações mais emocionantes e divertidas do espaço; e com a Tirolesa, que vai passar na frente do Skyline, proporcionando uma visão privilegiada do palco.   

Sobre a Rock World  

A Rock World é a empresa criadora de experiências que nasceu do maior festival de música e entretenimento do mundo, o Rock in Rio. Com a missão de proporcionar experiências inesquecíveis através da música e do entretenimento, a marca tem como base de sua cultura corporativa a arte de sonhar, de fazer acontecer e inspirar as pessoas através da filosofia de construir um mundo melhor.    

Hoje, além do Rock in Rio, a Rock World expandiu sua área de atuação para outros projetos de produção de experiências que abrangem diferentes áreas. No Live Entertaiment, a marca possui o The Town, o novo e maior festival de música, cultura e arte de São Paulo, que acontecerá no Autódromo de Interlagos, em setembro de 2023.  A partir de 2024 a Rock World assume, em parceria com a C3, a produção e operação do Lollapalooza no Brasil.  

Na área de Conteúdo, o Rock in Rio Studios é o produto que reforça o DNA da companhia para a criação de conteúdos audiovisuais originais e o posicionamento no mercado como uma marca ainda mais poderosa e potente de comunicação. A Rock World também atua na produção de espetáculos originais, os Originals. O primeiro deles foi desenvolvido em 2022 para o Rock in Rio, o Uirapuru, e para 2023 lança o The Town O Musical. 

E para a área de Educação, o Humanorama, o Rock in Rio Academy e o The Town Learning Journey buscam ativar a potência das pessoas para contribuir na construção de um mundo melhor. Ao ampliar sua atuação para tantos campos e diferentes negócios, a Rock World é hoje uma das maiores empresas de criação e produção de conteúdo proprietário de Live Experience no mundo. 

Sobre a Gerdau 

Com 122 anos de história, a Gerdau é a maior empresa brasileira produtora de aço e uma das principais fornecedoras de aços longos nas Américas e de aços especiais no mundo. No Brasil, também produz aços planos, além de minério de ferro para consumo próprio. Além disso, possui uma divisão de novos negócios, a Gerdau Next, com o objetivo de empreender em segmentos adjacentes ao aço. Com o propósito de empoderar pessoas que constroem o futuro, a companhia está presente em 9 países e conta com mais de 36 mil colaboradores diretos e indiretos em todas as suas operações. Maior recicladora da América Latina, a Gerdau tem na sucata uma importante matéria-prima: 71% do aço que produz é feito a partir desse material. Todo ano, 11 milhões de toneladas de sucata são transformadas em diversos produtos de aço. A companhia também é a maior produtora de carvão vegetal do mundo, com mais de 250 mil hectares de base florestal no estado de Minas Gerais. Como resultado de sua matriz produtiva sustentável, a Gerdau possui, atualmente, uma das menores médias de emissão de gases de efeito estufa (CO₂e), de 0,89 t de CO₂e por tonelada de aço, o que representa aproximadamente a metade da média global do setor, de 1,91 t de CO₂e por tonelada de aço (worldsteel). Para 2031, a meta da Gerdau é diminuir as emissões de carbono para 0,83 t de CO₂e por tonelada de aço. As ações da Gerdau estão listadas nas bolsas de valores de São Paulo (B3), Nova Iorque (NYSE) e Madri (Latibex). 

Sobre a Gerando Falcões   

A Gerando Falcões é um ecossistema de desenvolvimento social que atua para acelerar o poder de impacto de líderes de favelas de todo país que possuem um sonho em comum: colocar a pobreza das favelas no museu. Seu foco são iniciativas transformadoras, capazes de gerar resultados de longo prazo. O projeto entrega serviços de educação, desenvolvimento econômico e cidadania e executa programas de transformação sistêmica em comunidades, como o Favela 3D. 

Tags

Busca

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Anália Franco: 11 99568-7320
Morumbi: 11 93040-2110

Sampa com Família

Parceiros

Facebook

Comments Box SVG iconsUsed for the like, share, comment, and reaction icons

Arquivos

Quem Escreve

Ana Paula

Sou Ana Paula Alcântara Porfírio, trabalho em horário integral como mãe, sou casada, com um príncipe chamado Júnior, tenho dois filhos a Manuella e o Arthur, que fazem meus dias mais felizes!

Vou dividir com vocês nossos passeios, dicas de programas com crianças, experiências e sentimentos da maternidade!